ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  11    CAMPO GRANDE 26º

De olho na TV

Timão assusta Rede Globo

Por Reinaldo Rosa | 14/12/2012 08:51

NO POPULAR – Ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas do MS, Edmir Conceição dos Santos, foi direto, curto sem ser grosso; ‘reestruturação do RBV News pode ser interpretada como falência do portal?’.

DOZE DO DOZE DO DOZE – Quarto, na linha de sucessão, José Sarney volta a ocupar a presidência do Brasil. Valha-nos Deus.

FOI CURINTIA – Na hora do recreio, na sessão pão e circo, a Globo transmitiu – e tremeu na base – o jogo Corinthians X Al Ahly. Com modesto placar de um a zero, a narração de Galvão Bueno mais parecia prece para que o time egípcio nem empatasse para evitar possível prorrogação e/ou disputa com cobrança de pênaltis. Derrota do time paulista seria desastroso para as finanças da rede patroa.

SEM IPI. – Veiculação de comerciais, por TVs, rádios e jornais, anunciando carros com isenção de IPI, em níveis nacional e regional, escamoteiam verdade ao acrescentar com taxa zero de juros. Isso não existe; ‘ninguém dá juros de graça’, alerta o ex-ministro da Fazenda, Maílson da Nóbrega, em seu momento Joelmir Beting . A publicidade da venda é grande; escassas são notícias sobre endividamento e devolução de carros às financeiras por parte de quem sempre sonhou com Papai Noel dando aquele ‘carro com cheirinho de novo’.

MENOR ESFORÇO – Prostrar-se à frente da televisão e dar-se ao luxo da preguiça. Ideário de quem se dá o direito de busca da cultura através da futilidade. Ter de pensar é muito chato, raciocinam; pior é acompanhar a vida escolar de filhos e preocupar-se com nível de ensino de fracas escolas e universidades. Ver TV com o silencio sepulcral da família na sala, é vida que passa. A cores e ao vivo-morto.

PREOCUPAÇÃO MENOR – Rede Globo, reconhecendo o atual mau momento de suas três novelas, emite declaração à praça explicando o porquê de tal situação. Como parte da liturgia destinada a milhões de telespectadoras e telespectadores, a debochada rede não faz nenhuma menção à falta de qualidade –de interesse cultural- no resto de sua programação. Plim plim.

TRAFICADAS E O FANTASMA – Em Salve Jorge, Morena (Nanda Costa) tenta, por vezes, fugir e dá de cara com Russo (Adriano Garib); consegue um celular para uma ligação a cobrar e ele surge do nada. No incêndio – menor que o do Paulistão, é verdade – as traficadas não dizem uma só uma palavra ao bombeiro turco e, mais uma vez, Russo aparece e todos sabem o que aconteceu.

BOLINHA NAZAL VERMELHA – Depois de Morena percorrer mercados, telhados e grutas, correndo em fuga tresloucada e, ao virar uma esquina de beco, dar de cara com Russo foi demais. A autora Glória Perez brinca com a inteligência dos apreciadores da novela. Sem contar o roubo de uma moto por Théo (Rodrigo Lombardi), em pleno centro do Rio de Janeiro, e constatar que o veículo pertencia ao tio dele. Não há declaração à praça que resista.

GLÓRIA ADVERTE – Não tente entrar correndo em aeroportos; pode ser prejudicial à saúde.

Núcleo periguete enfeita Salve Jorge
Núcleo periguete enfeita Salve Jorge

LAJE QUENTE - A vida da periguete Lurdinha (Bruna Marquezine) e da parceira Vanúbia (Roberta Rodrigues), com seus banhos de sol na laje e bailes funk, continuarão servindo como cursos preparatórios de futuras inserções em páginas de revistas masculinas. É só Bruninha passar à maioridade.

É FASE - Rede Globo eliminou o Globinho –e seus desenhos animados-. Silvio Santos ressuscitou o palhaço Bozo para concorrer com os encontros, de Fátima Bernardes. Resultado; SBT bate a concorrente no Ibope. Simples assim; Nada se criando; tudo se copiando.

FALA POVO – ‘Será que o povo burro e alienado, está cansando da programação cultural tupiniquim, da rede Globo? Já não era sem tempo, pois o lixo cultural que é enfiado goela abaixo do telespectador é de doer. Nas novelas o sexo é fator predominante, como se na vida real fosse assim, o programa do Faustão e o Esquenta deveriam sair’.