A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


28/12/2015 10:48

Últimos da última

Reinaldo Rosa

PRIMEIRA PALAVRA – Nesta semana, o que mais telespectadores e ouvintes de rádio ouvirão será o surrado ‘último disso; último daquilo’. Palavra-chave de qualquer texto de nossa inspirada imprensa. Na escrita também. Claro.

VIRA VIROU – O ‘Show da Virada’, na TV Morena, na noite deste domingo, pegou muita gente de surpresa. Tradicional espetáculo anual da emissora era esperado para o último dia deste ano.

VALE A PENA – A fragmentação do ‘Globo Repórter’ – dedicado aos 50 anos da Rede Mato-grossense de Televisão – é justificável. Em período de baixa produção editorial, rever o progresso tecnológico e formas de trabalho tem sua validade.

RETRÔ – Começou. O ciclo de ‘retrospectiva’ teve início do SBT e, pelo jeito, vai continuar ao longo desta semana. O da rede ‘Globo’ é o mais esperado (por vício) e o menos qualificado (por vícios).

VÍTIMA CHIQUE – Em sua coluna no ‘Tribuna Livre’, FM Capital, Alexandre Garcia se disse alvo do ‘Cala boca, Alexandre’ por parte de Chico Buarque, Marieta Severo e amigos, fato ocorrido em 1989. Relativizou com o recente fato sofrido pelo próprio Chico que reagiu à horda de coxinhas contrária à defesa do PT feita pelo cantor. Acorde, Garcia.

NA MEMÓRIA - O crítico e moralista Alexandre Garcia, até outubro de 80, era porta-voz do ex-presidente Figueiredo, e apareceu seminu em foto para a revista ‘Ele e Ela’. Além de contar detalhes de sua vida sexual, causou reação do Palácio do Planalto que não teria gostado e foi demitido.

BIP BIP - Alexandre Garcia cobra pureza de pensamentos e ações de todos, principalmente quando se trata da máquina pública. Questiona-se que comentário faria se algum funcionário do Banco do Brasil ou de qualquer órgão público deixasse de cumprir jornada diária de oito horas por um 'boletim interno'? Admitido em concurso no BB, Alexandre se limitava a produzir o boletim interno ‘Vídeo-Bip’ e, em seguida, “bye bye, meu Banco”.

VC NA COLUNA – “A rádio Clube de Dourados iniciou suas transmissões em 13 de setembro de 1956. Seu fundador foi Roberto Jacques Brunini, dono da Rádio Voz D'Oeste de Cuiabá. Iniciei lá minha carreira em 1960, com Sultan Raslan, Nhô Vito, Armando Perrupato., Rui Taciro, sob a direção de Edmundo Linato Ribeiro. Muita história pra contar”. Sérgio Cruz.

Grupo Acaba vive, mesmo fora da mídia
ESTAMOS JUNTOS – Mesmo ausente da grade musical da maioria de emissoras de rádios e retransmissoras de TVs locais, o Grupo Acaba vive –e sobrevive-. ...
Música regional de MS é atração rara nas emissoras locais
ESTRELAS FAZEM SINAL – Paulo Simões, Geraldo Roca, autores da música 'Trem do Pantanal', considerada hino não oficial de MS, não têm o destaque merec...
Só um 'não' ao ouvinte pode tirar rádio da mesmice
LINHA FECHADA – Quando é preciso dizer ‘não’. Difusora AM também abre espaço para atendimento de pedidos musicais dos ouvintes. Perigo à vista; maior...
Rádio muda pouco na mudança da faixa AM para FM
NADA DE NOVO – Bolo gigante recheado de alianças na festa do dia de Santo Antonio, nesta terça-feira foi, de novo, notícia na TV Morena. E, novamente...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions