ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 20º

De olho na TV

Vale tudo pela audiência nas rádios da Capital

Por Reinaldo Rosa | 12/07/2019 13:56

A LÍDER – Corrida pela liderança da audiência radiofônica em Campo Grande provoca de tudo. O quesito ‘qualidade’ é regra seguida ao sabor de objetivos dos dirigentes nem sempre tem a melhor consideração. Digamos assim.

ABAIXO DA CONCORRÊNCIA – Pesquisas sobre programações radiofônicas na Capital morena escondem os bastidores dos departamentos comerciais em busca de anunciantes. Valores –já considerados baixos- sempre podem ficar menores ainda após conversas entre as partes.

COM QUEM ANDAS – As primeiras colocações de pesquisas divulgadas podem ser avaliadas quanto à qualidade das programações diárias das emissoras. Avaliando-se o item “qualitativo” dos anunciantes sabe-se quem –e porque-, merece o destaque conquistado na consulta.

TEM FESTA – TVE Cultura imprime convites para comemorar o aniversário do ‘Giro do Esporte’, líder do horário, de segunda a sexta-feira. Jornalista Bosco Martins abrirá as portas para receber selecionado grupo interessado nos bastidores do pouco divulgado esporte de MS.

LA NAVE VA – Tendo a ‘exclusiva’ como objetivo, Mauro Naves está de fora da Globo. Deu o telefone do pai de Neymar para os advogados de Nájila Trindade e a ligação caiu na secretária do RH da emissora.

O PORQUÊ - A Rede Globo emitiu uma nota oficial comunicando o desligamento, de forma consensual, do repórter de suas funções na emissora após 31 anos de serviços prestados. “O Grupo Globo reconhece a imensa contribuição de Mauro Naves ao jornalismo esportivo e a ele agradece pelos 31 anos de dedicação e colaboração” informa a lacônica nota da emissora.

QUEM SABE – Profissional dos mais bem avaliados, Mauro Naves já tem ‘namoro’ da rede Band (SP). Outro jornalista defenestrado após incômodas avaliações (para a empresa), Professor Marco Antonio Villa tem estreia agendada para esta segunda-feira na Rádio Bandeirantes.

SEM IDEOLOGIA – Bajuladores dos poderosos de plantão, órgãos de comunicação colocam jornalistas em estado de refrigeração. Paulo Henrique Amorim, Marco Antonio Villa, Rachel Sheherazade, experimentaram –todos pela mesma razão- o doce sabor de quem tem a estranha mania de ter opinião própria. Simples assim.

ALÉM DE RÁDIO – CBN dá mostras de que o rádio –no papel de equipamento social- tem algo mais a oferecer a seus ouvintes. Hoje acontece a palestra ‘Conflito de Gerações’ com o sociólogo Mário Sérgio Cortella, no Diamond Hall, em Campo Grande. Aviso aos navegantes: lotação esgotada. Aos atrasados, sorry.