ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 18º

Em Pauta

Daridorexant, o comprimido contra insônia que não vicia

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 19/05/2022 07:00
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Após décadas de pesquisas, as aspirações para controlar o sono se mantém na atualidade. O consumo de benzodiazepinas, criadas para combater a ansiedade mas empregadas com muita frequência para combater a insônia, cresce sem parar. Atualmente, o consumo das benzodiazepinas de aproximadamente 100 doses diárias por cada 100.000 habitantes. É gigantesco. Todavia, as consequências do uso de benzodiazepinas são certas: vicia, tem de aumentar a dose após algum tempo e deixa sonolência diurna.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Daridorexant bloqueia a orexina.

Há alguns dias, a Comissão Europeia de Saúde autorizou a comercialização da daridorexant, um medicamento dirigido aos adultos com insônia crônica. Este fármaco bloqueia a ativação dos receptores da orexina, um tipo de hormônio que mantém a vigília. A comissão garante que a daridorexant leva ao sono. Em um artigo publicado na "Lancet Neurology" apresentam esse fármaco como um sonífero seguro. Ele não só induz ao sono como o mantém ao longo da noite e não causa sonolência no dia seguinte. Além disso, não produz tolerância, algo que faz com que muitos fármacos percam efetividade com o uso.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Insônia, uma epidemia brutal.

A Universidade de Stanford diz que a insônia é uma "epidemia mundial brutal". Também afirma que os problemas da "insônia supõe problemas adicionais de depressão, abalo do sistema imunológico e suscetibilidade ao sobrepeso". E que se deve tratar como um problema de saúde pública. Mas, ainda que seja um problema social, a insônia é tratada como um problema privado. Os cientistas ainda afirmam que o daridorexant só não está suficientemente testado a longo prazo. Com o uso ininterrupto ao longo dos meses e ano ninguém sabe responder se surgirão consequências nefastas.

Nos siga no Google Notícias