ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEXTA  21    CAMPO GRANDE 30º

Momento Saúde Bucal

Mau hálito: principais causas e o que fazer em cada caso

Por Marco Polo Siebra (*) | 22/03/2024 08:11

E aí, você tem “bafão de onça”?

Sua boca parece uma fossa de esgoto?

Você fica com Halls e chiclete direto para disfarçar o mau hálito?

E pior, não sabe o porquê disso?

Então, fique comigo que vou te passar algumas informações interessantes a respeito do mau hálito.

O mau hálito, também conhecido como halitose ou “bafo de onça”, pode ter várias causas e é um sintoma relativamente comum. Vou listar algumas das principais causas e o que fazer em cada caso:

1) Sujeira na língua: o acúmulo de bactérias na língua pode trazer o mau hálito e deixá-la com uma cor esbranquiçada, amarelada, marrom ou cinza. Limpar a língua adequadamente usando um limpador específico ou até mesmo a escova de dentes pode ajudar a reduzir o mau hálito.

2)  Cáries: as cáries também são uma causa comum do mau hálito. A proliferação de bactérias dentro da boca pode levar ao desenvolvimento de um cheiro característico. É importante ir ao dentista para identificar e tratar as cáries.

3) Doenças gengivais ou periodontais: condições como gengivite, periodontite e outras doenças que afetam a gengiva podem causar mau hálito. Essas doenças resultam do acúmulo de placa ou tártaro entre os dentes e a gengiva, causando inflamação e infecção.

4) Ficar muitas horas sem comer: o jejum prolongado pode levar à produção de compostos voláteis de enxofre no estômago, causando mau hálito.

5) Alimentos com cheiro forte: consumir alimentos como alho, cebola, brócolis, café, álcool ou alguns tipos de queijos pode temporariamente causar mau hálito.

6) Boca seca ou xerostomia: a falta de salivação adequada pode levar à proliferação de bactérias na boca, resultando em mau hálito. Isso pode ser causado por problemas médicos, medicamentos ou respiração pela boca.

7) Infecções na garganta ou sinusite: infecções respiratórias, como amigdalite ou sinusite, podem causar mau hálito.

8) Problemas no estômago: algumas condições gastrointestinais podem estar associadas ao mau hálito.

9) Outros fatores: estresse, dietas extremas, distúrbios metabólicos e até mesmo certos medicamentos podem contribuir para o mau hálito.

Lembrando que o mau hálito também pode indicar problemas de saúde mais sérios, como diabetes, insuficiência renal ou distúrbios psiquiátricos. Portanto, é importante consultar um clínico geral ou dentista sempre que o mau hálito for frequente ou acompanhado de outros sintomas.

E aí, gostaram dessas informações? Então compartilhem e se tiver alguma dúvida, me manda um direct no meu Instagram @marcopolosiebra que terei o maior prazer em te ajudar.

Um forte abraço, até o próximo vídeo.

(*) Marco Polo Siebra é odontólogo há mais de 30 anos, Especialista em: Prótese Dentária; Odontogeriatria; Implantodontia. É Master Coach Pela FEBRACIS (Federação brasileira de Coaching Integral Sistêmico), Ministrante dos Cursos: Pode da Ação; Poder e Alta Performance; Jeito de Viver Família; Educar, Amar e Dar limites; Decifre e Influencie Pessoas; Coach de Carreira; Analista de Perfil Comportamental; Processo de Coaching Individual; Processo de Coaching em Grupo; Especialista em “Neurociência e Performance Humana” na Faculdade FEBRACIS; Presidente da Liga de Neurociência da Febracis Pós-graduações; Coordenador de um Grupo de Apoio para familiares e cuidadores de pessoas com Alzheimer. Hoje tem como principal missão e propósito de vida impactar e transformar pessoas de forma que concretizem seus sonhos e objetivos em todas as áreas da vida.

Nos siga no Google Notícias