ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 21º

Rede de apoio

Férias Escolares: é possível aproveitar as férias?

Por Lia Rodrigues Alcaraz (*) | 09/07/2024 07:36

As férias escolares podem ser um alívio para muitos pais e um tormento para outros, isso por que com a chegada do período de férias, muitos pais enfrentam o desafio de ocupar o tempo dos filhos de maneira saudável, especialmente quando não há nenhuma viagem planejada.

Quando as aulas terminam, aquelas inesquecíveis rotinas de férias escolares (ou bem a falta delas) entram em ação a todo vapor para as famílias em todos os lugares. A maioria das crianças terminam o semestre exaustas, porém, animadas como nunca, e a chegada das férias podem começar com um alívio de afrouxamento de rotinas, limites menos rígidos, horários mais flexíveis, porém nem tudo são rosas, o que parece ser algo gostoso e prazeroso, com as crianças brincando ao ar livre, saindo com amigos, pode se tornar um pesadelo para os pais e responsáveis.

Inicialmente tudo é novidade, e a empolgação é nítida, mas em algum determinado momento a empolgação passa e muitas crianças recorrem a seus celulares e dispositivos digitais para passar o tempo, o que pode trazer uma relação não muito saudável já que as regras e limites estão de certa forma mais livres devido as férias.

A ausência total de regras pode levar ao tédio, ao excesso de tempo em frente às telas e à desorganização. Portanto, mesmo nas férias, é importante definir horários para acordar, se alimentar e dormir. Além disso, os pais devem regular o tempo dedicado a atividades passivas, como assistir TV e jogar videogame, incentivando a prática de atividades físicas e interações sociais.

As férias são uma oportunidade única para que os pais passem mais tempo com seus filhos, fortalecendo vínculos e criando memórias duradouras. Planejar atividades em família é uma excelente maneira de aproveitar esse período, passeios ao ar livre, como visitas a parques, praias ou trilhas, promovem o contato com a natureza e a prática de exercícios, também os jogos de tabuleiro, leitura de livros em conjunto e projetos de arte ou culinária são atividades que, além de divertidas, estimulam a criatividade e o aprendizado das crianças.

As férias não precisam ser um período de afastamento total dos estudos, podem, por exemplo, ser uma excelente oportunidade para o aprendizado tido como informal. Viagens culturais, visitas a museus e centros científicos, ou até mesmo atividades simples, como cozinhar juntos e explorar novos hobbies, podem enriquecer o conhecimento das crianças de maneira proveitosa. Além disso, incentivar a leitura diária e a escrita de diários ou pequenas histórias pode manter o hábito de aprendizado ativo, sem a pressão das avaliações escolares.

A gestão do tempo durante as férias escolares exige um equilíbrio entre diversão e disciplina, então, estabelecer limites claros e organizar atividades que envolvam toda a família são estratégias essenciais para garantir que esse período seja aproveitado ao máximo.

As crianças exigem de forma inconsciente, regras, limites e muitas vezes elas testam com seus pais esses limites, então, estabelecer combinados durante as férias é essencial para manter uma rotina saudável e equilibrada, as crianças precisam e exigem, mesmo sem querer, umas estruturas para se sentirem seguras e desenvolverem hábitos positivos.

(*) Lia Rodrigues Alcaraz é psicóloga formada pela UCDB (2011), especialista em orientação analítica (2015) e neuropsicóloga em formação (2024). Trabalha como psicóloga clínica na Cassems e em consultório.

Nos siga no Google Notícias