A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

22/02/2019 11:50

Após 2 dias fora do ar, espera por atendimento no Detran passa de 4h

Serviços têm demanda média de 2 mil atendimentos por dia em MS, sendo 900 somente em Campo Grande

Danielle Valentim
Situação no Detran da saída para Rochedo. (Foto: Direto das Ruas)Situação no Detran da saída para Rochedo. (Foto: Direto das Ruas)

A pane que tirou do ar o sistema do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito), por dois dias, chegou ao fim e a espera por atendimento nesta sexta-feira (22) ultrapassa as 4 horas. Cerca de 6 mil pessoas ficaram sem os serviços relacionados ao registro, emplacamento e liberação de veículos em Mato Grosso do Sul.

A informação da retomada dos serviços foi divulgada no fim da tarde desta quinta-feira (21) e nesta manhã centenas de pessoas voltaram às agências. A maior lotação e demora no atendimento acontece na sede do Departamento, onde todos os serviços são oferecidos.

Uma leitora, que preferiu não se identificar, chegou às 8h e conseguiu a senha 104. O problema é que às 11h da manhã, mesmo com o fim da distruibuição de senhas, o atendimento estava na posição 71.

Senha de leitora às 8h. (Foto: Direto das Ruas)Senha de leitora às 8h. (Foto: Direto das Ruas)

O departamento já antecipou que diante do problema, o órgão anulará multas e prorrogará prazos para contribuintes prejudicados pela falha.

Na agência do Shopping Campo Grande, o atendimento segue o fluxo, aparentemente, normal com tempo entre 40 minutos e uma hora. A nutricionista Bruna Martins, de 26 anos, retornou nesta manhã após anunciou que retomada nos serviços. "Eu tinha vindo tentar uma transferência há dois dias, mas recebi a informação de que o sistema estava fora do ar", disse.

O que houve? Segundo Robson Roberto Alencar, diretor de Tecnologia do Detran-MS, a pane atingiu o SNG (Sistema Nacional de Gravame), uma base com dados de veículos de todo o Brasil que é usado em serviços como emissão de documentos, emplacamento, transferências, alienações, desalienações e liberação de veículos para o pátio do órgão.

Ele disse que os serviços têm demanda média de 2 mil atendimentos por dia no Estado, sendo 900 somente em Campo Grande.

O SNG é operado pela B3, empresa terceirizada com sede em São Paulo. Alencar explicou hoje que o sistema registrou queda em todo o Brasil na terça-feira, paralisando os serviços em todos os Detrans. Após contatos dos órgãos, as conexões foram restabelecidas, com exceção da destinada ao Detran-MS.

Diante da “estranheza”, como salientou o diretor de Tecnologia, foram feitos novos contatos, até que a B3 realizou um novo diagnóstico e supôs que o problema esteja nos equipamentos que viabilizam as conexões para troca de dados. Parte dos aparelhos está em Mato Grosso do Sul e outra em São Paulo.

O Detran-MS notificou a B3 via departamento jurídico cobrando providências. Contudo, a empresa informou que também acionou os fabricantes dos aparelhos para solicitar reparos ou substituições. A expectativa é de que os sistemas sejam restabelecidos nesta quinta-feira, porém, caso isso não ocorra, outras soluções para o impasse também foram requisitadas para permitir o acesso ao banco de informações.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions