ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 13º

Direto das Ruas

Mãe precisa de R$ 9 mil para cirurgia da filha que corre risco de perder audição

Julia Sophia foi diagnoticada com hipertrofia adenoamigdaliana, condição de afeta os ouvidos e as amígdalas

Por Idaicy Solano | 02/07/2022 11:37
Julia Sophia corre o risco de perder o restante da audição, se não fizer cirurgia de emergência (Foto: Direto das Ruas)
Julia Sophia corre o risco de perder o restante da audição, se não fizer cirurgia de emergência (Foto: Direto das Ruas)

Kessia Pires Araujo, de 43 anos, precisa arrecadar o valor de R$ 9.600 para realizar cirurgia de emergência da filha de seis anos, que foi diagnosticada com hipertrofia adenoamigdaliana e corre o risco de perder a audição.

Julia Sophia Araujo Baia, de apenas seis anos, recebeu o diagnóstico há cerca de um mês, após ir parar na UPA do Vila Almeida se queixando de dor na garganta. Após exames com otorrino, a criança foi diagnosticada com hipertrofia adenoamigdaliana, condição que atinge os ouvidos e as amígdalas.

A condição dificulta a respiração do paciente e afeta o sono. Julia está com 30% da audição do ouvido direito comprometida, e corre o risco de perder o restante da audição, caso não faça a cirurgia.

Kessia está desempregada no momento, e por conta da situação financeira apertada, pede ajuda com doações para que a cirurgia possa ser realizada o quanto antes, para garantir que Júlia não perca a audição e possa voltar às suas atividades. "Devido a essa situação ela não está nem indo a escola”, conta.

Quem quiser, e puder ajudar, pode contribuir na vaquinha solidária clicando aqui, ou enviar qualquer quantia através do pix: 67993506580.

Direto das Ruas - O pedido de ajuda chegou pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias