ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 31º

Direto das Ruas

"Parece que dá branco", diz mulher que já caiu em 2 golpes e perdeu R$ 18 mil

O valor perdido seria usado para pagar pendências de viagem marcada para janeiro de 2024

Por Geniffer Valeriano | 01/12/2023 11:07
Entrada da Depac Centro, onde caso foi registrado (Foto: Paulo Francis)
Entrada da Depac Centro, onde caso foi registrado (Foto: Paulo Francis)

Organizadora de excursão em grupo perdeu R$ 18 mil depois de cair em golpe de falsos funcionários bancários. Solange Fernandes de Souza, de 58 anos, usaria o dinheiro guardado para pagar algumas pendências da viagem.

Conforme relatado, há um ano a dona de casa havia caído em outro golpe, do falso empréstimo, perdendo cerca de R$ 540 na época. Nesta quarta-feira (29), Solange recebeu a ligação do golpista que afirmou estar passando instruções para ela ter o valor estornado. A organizadora percebeu que havia caído em um golpe, depois de ter realizado três transferências.

“Essa pessoa me pegou e falou que ia dar tudo certo que realmente tinha um rapaz lá que ele era representante dos bancos. Disse que tinha muita denúncia contra esse rapaz. Eu mandei o nome, eu mandei tudo certo para ele. E aí a partir desse momento ele começou a me enrolar. Aí ele dizia vai faz isso, faz aquilo, aí fui bater nos links lá que ele envia e foi indo embora o dinheiro”, contou.

Após cair no golpe, Solange foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) Centro registrar boletim de ocorrência por estelionato. A dona de casa também procurou a sua agência bancária e foi informada que o processo de análise do banco deve durar até 10 dias.

"A gente cai mesmo. Não adianta, tem coisas que parece que passa um branco na cabeça da gente e eu não sei o que passa também. Não sei se é a conversa que eles vão falando com você e vai te dominando. Eu sempre tive muito cuidado nessa questão, mas dessa vez, minha querida, eu caí, né? Aí o banco tá analisando”, relatou.

O valor retirado da conta de Solange seria usado para pagar algumas pendências relacionadas ao transporte que levará o grupo de excursão. A viagem para Porto Seguro (BA) está marcada para janeiro de 2024, mas os participantes vêm realizando o pagamento desde o início deste ano.

“Não tem como eu ficar detalhando muito porque eu tô muito assim, eu fico muito nervosa quando eu começo a detalhar. Eu não tô dormindo direito, a gente não dorme, a gente tem compromisso com as pessoas. Então você acaba ficando doente, né? Você começa a chorar o tempo todo e a gente não tem saída, sabe?”, desabafa.

Sem saber se conseguirá reaver o valor perdido, ou quando irá acontecer, Solange abriu uma vaquinha para conseguir ajuda para pagar e cumprir os contratos que ainda estão pendentes. Aqueles que quiserem ajudar Solange podem contribuir com a vaquinha clicando aqui.

Direto das Ruas - O pedido de ajuda chegou pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão. 

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias