ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEXTA  05    CAMPO GRANDE 22º

Economia

Auxílio é liberado neste sábado para nascidos em julho e agosto

Nesta etapa, é autorizada somente a movimentação do dinheiro por meio de cartão de débito

Por Aline dos Santos | 23/05/2020 07:39
Caixa deposita axílio emergencial hoje para nascidos em julho e agosto. (Foto: Henrique Kawaminami)
Caixa deposita axílio emergencial hoje para nascidos em julho e agosto. (Foto: Henrique Kawaminami)

A Caixa Econômica Federal deposita neste sábado (dia 23) a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para nascidos nos meses de julho e agosto. Nesta etapa, está liberada apenas a movimentação do dinheiro por meio de cartão de débito. Saques e transferência bancária seguem outro calendário, que começará somente em 30 de maio.

Contudo quem tiver saldo em conta pode fazer compras, na modalidade débito, em seis mil pontos habilitados no Estado com maquininhas da Rede Tendência.

No comércio em geral – como lojas, supermercados, farmácias, conveniência, hortifrúti e atacadistas - o beneficiado paga as compras diretamente com o aplicativo Caixa Tem, evitando aglomerações.

Basta acessar e clicar no ícone ‘Cartão de Débito Virtual’, digitar a senha e o sistema vai gerar um código de segurança a cada transação.  No site www.incontre.com.br estão todos os endereços das empresas que já estão habilitadas na sua cidade.

Todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul, além de 29 distritos, contam com as maquininhas. O Estado foi pioneiro no serviço.

Todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul, além de 29 distritos, contam com as maquininhas para compras no débito. (Foto: Marcos Maluf)
Todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul, além de 29 distritos, contam com as maquininhas para compras no débito. (Foto: Marcos Maluf)

Aniversariantes - Na segunda-feira (dia 25), o depósito do auxílio emergencial será liberado para quem nasceu em setembro e outubro. Na terça-feira (dia 26), recebem os nascidos em novembro e dezembro.

O benefício financeiro do governo federal é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados durante a pandemia do novo coronavírus.