A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/12/2009 15:51

Baixa renda ganha nova linha de crédito para construção

Redação

A Caixa Econômica Federal firmou hoje (14) convênio com a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) e redes de lojas do setor, destinado a financiar a compra de material de construção diretamente nos estabelecimentos conveniados. Destinada ao público de menor renda, o Crediário Caixa Fácil terá taxas de juros prefixadas e flexíveis e valor máximo de financiamento R$ 10 mil.

De acordo com a Caixa, o prazo é de 24 meses e o pagamento poderá ser feito por meio de boleto bancário ou débito em conta corrente. A taxa de juros será definida por cada rede, mas deve ser em média de 3% ao mês, menor do que a do mercado, que chega a 7%. Para obter o crédito, basta procurar uma agência da instituição e apresentar o RG e o CPF, além de comprovantes de renda e de residência.

Segundo o vice-presidente da Caixa, Fábio Lenza, o banco destinará R$ 1 bilhão ao segmento. Somado esse valor aos recursos do Construcard, a Caixa disponibilizará para o setor cerca de R$ 5 bilhões.

"O Construcard é um produto mais planejado, com 60 meses de prazo e seis de carência, com valores ilimitados, destinado a uma reforma maior, mais longa. Já o crediário é um produto para aquelas coisas do dia a dia, compras mais rápidas e mais imediatas. Um produto complementa o outro", explicou Lenza.

De acordo com o vice-presidente do Setor de Pessoas Jurídicas da Caixa, Carlos Brito, esse tipo de crediário, que já existia para a compra de eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos, móveis e pacotes turísticos, tem o objetivo de incluir socialmente pessoas que não teriam possibilidades de investir nesses produtos. Só nesses segmentos, a Caixa já financiou mais de 103 mil clientes, com R$ 90 milhões em crédito.

"Em 2010 termos mais ou menos R$ 50 bilhões para pessoas jurídicas, volume expressivo que vai atender a todas as demandas", anunciou Brito.

O presidente da Anamaco, Claudio Elias Conz, disse que o varejo concentra 60% dos empregos no Brasil e que o Crediário Caixa Fácil é uma resposta aos anseios do setor, no sentido de incentivar a ampliação de crédito para estimular o comércio, principalmente destinado à construção autogerida. "Essas construções são responsáveis por 77% do consumo de material de construção do país", informou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions