A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/07/2017 17:40

BNDES perde R$ 250 milhões com fraude em empréstimo a frigorífico

Unidades do Independência em MS foram vendidas ao JBS em 2013

Osvaldo Júnior
Unidade do frigorífico em Nova Andradina; imagem anterior à venda para o JBS (Foto: Jornal da Nova)Unidade do frigorífico em Nova Andradina; imagem anterior à venda para o JBS (Foto: Jornal da Nova)

Empréstimo do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) ao Independência com base em documentos fraudados causou prejuízo de R$ 250 milhões à instituição financeira. A constação é de auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) e integra relatório aprovado em sessão plenária de quarta-feira (dia 05).

De acordo com o relatório, os sócios da empresa e os gestores do banco vão responder a processo que visa ao ressarcimento das perdas. Os ativos do Independência foram adquiridos pela JBS em 2013. Entre as unidades negociadas, três são de Mato Grosso do Sul: dois frigoríficos (Campo Grande e Nova Andradina), e dois curtumes (Nova Andradina).

Conforme o TCU, em novembro de 2008,o BNDES aprovou o aporte de R$ 450 milhões para a Independência, que seriam resgatados em duas parcelas. O objetivo era permitir o crescimento acelerado da empresa, aumentando seu capital de giro.

O primeiro desembolso feito pelo BNDES ocorreu 18 dias após o pedido, no valor de R$ 250 milhões. Três meses depois, a empresa ingressou com o pedido de recuperação judicial, razão pela qual o BNDES deixou de efetuar a segunda subscrição de ações.

Para o Tribunal, houve negligência por parte do BNDES em aprovar o apoio financeiro sem avaliar, com a devida investigação, o risco de falência da empresa a curto prazo. Diante da irregularidade, o TCU decidiu desconsiderar a personalidade jurídica da empresa e responsabilizar os sócios diretamente, em solidariedade com os ex-gestores do BNDES. O valor original do débito deverá ser atualizado.

Pouco tempo depois de ingressar com pedido de recuperação judicial, o Indenpendência vendeu seus ativos ao JBS no valor de R$ 268 milhões de reais.

Além das unidades em Mato Grosso do Sul, os ativos considerados na compra da JBS incluiram: dois frigoríficos, sendo um em Senador Canedo (GO) e o noutro em Rolim de Moura (RO); um curtume em Colorado D'Oeste (RO); dois centros de distribuição e armazéns (Cajamar e Santos, em São Paulo); e todas as marcas pertencentes ao grupo Independência.

Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions