A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

15/09/2011 14:46

Caixa reduz juros em linhas de crédito para pessoas físicas e empresas

Edmir Conceição*

A Caixa Econômica Federal decidiu reduzir as taxas de juros em suas linhas de financiamento para consumidor e empresas. Acompanhando a queda da taxa Selic, de 0,5 pp ao ano, a Caixa está diminuindo os juros em 0,73 pp ao ano, para pessoas físicas e em até 1,53 pp, para pessoas jurídicas. Além de dar oportunidade de custos mais baixos aos tomadores, a CAIXA fortalece sua política de praticar sempre as menores taxas do mercado. As novas taxas entrarão em vigor a partir da próxima semana.

Para o segmento de crédito à Pessoa Física, foram contemplados produtos da família Crédito Pessoal, tais como: Antecipação de Imposto de Renda; Crédito Pessoal na Conta Salário; CDC; CDC Turismo e CDC Salário, além do produto Financiamento para MBA e Pós-Graduação, todos com redução de 0,73 pp na taxa anualizada.

Nas operações para Pessoa Jurídica, a redução abrange as operações de desconto de títulos e antecipação de recebíveis imobiliários para o segmento da construção civil (Construgiro), com redução de 0,87 pp e 1,14 pp, respectivamente, além da operação de capital de giro parcelado, que teve suas taxas reduzidas em 1,53 pp.

A queda das taxas neste momento vai refletir na manutenção dos níveis de produção, renda e emprego da economia brasileira, além de melhorar o ambiente para os novos negócios. Nesse sentido, essas reduções vão propiciar às empresas, em especial às de pequeno porte, melhores condições para contratação de crédito – ainda mais positiva nesta época do ano, quando são necessários recursos para o fortalecimento de estoque e duplo pagamento de salários.

(*) Com informações da Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica Federal

Preço da gasolina cai 2% nas refinarias a partir de amanhã
A Petrobras anunciou hoje (19), em sua página na internet, que o preço do litro da gasolina ficará 2% mais barato em média nas refinarias de todo o p...
Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 10,88% em 12 meses
O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, subiu 0,97% na segunda prévia de outubro. A taxa é inferior ao 1...
Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions