A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/05/2013 09:05

Clientes dormiram na fila para garantir gasolina a R$ 1,35 neste sábado

Ângela Kempfer e Viviane Oliveira
Fila em posto para abastecer com gasolina a R$1,35; teve gente que dormiu no local para participar da promoção. (Foto: Any Malagolini)Fila em posto para abastecer com gasolina a R$1,35; teve gente que dormiu no local para participar da promoção. (Foto: Any Malagolini)

O primeiro cliente chegou ontem, às 19h e só depois de 13 horas conseguiu abastecer, ainda sim com limite de 30 litros. Não só pelo preço, mas pelo protesto, os motoristas dormiram na fila para hoje cedo conseguirem abastecer com o litro da gasolina comum a R$ 1,35. Em alguns lugares houve tumulto, como no posto em frente da Feira Central.

Quatro empresas da cidade participam do “Dia Nacional sem Imposto”. São 900 carros e 380 motos a espera do descontam criado para mostrar ao consumidor quando em imposto é cobrado no Brasil.

“Vale muito ficar na fila, porque é um absurdo o que a gente gasta com gasolina. As pessoas têm de ficar atentas”, lembra o estudante de Engenharia Gabriel Franco, de 20 anos, que chegou na madrugada para garantir lugar. “Estou aqui desde 1h30”, garante.

No Posto Metrópole, na esquina da Calógeras com a 26 de Agosto, às 6h da manhã as 210 senhas começaram a ser distribuídas. Para evitar tumulto, os carros foram estacionando na 26 e só entram no posto quando uma das bombas desocupa.

Foi o único lugar sem transtornos, nos outros três postos a confusão começou logo cedo e foi preciso apoio do policiamento de trânsito. Muitos voltaram para casa sem abastecer.

Na calógeras, um dos últimos a chegar foi Manoel Gonçalves dos Santos, de 27 anos. Há meia hora conseguiu a senha e agora é esperar a fila andar para abastecer. Mas o tempo parado não é problema, diz o representante comercial que gasta R$ 500,00 por mês com combustível.

“Trabalho com o carro e todo mês um terço do que eu ganho vai para a gasolina”, conta.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas Jovens, Sullivan Vareiro, acompanhou de perto a campanha nesta manhã em Campo Grande e lembra que a ação pretende conscientizar a população sobre a alta carga tributaria e assim pressionar o Governo Federal a rever os impostos no Brasil.

Participam os postos Albatroz Modelo (avenida Costa e Silva, 811), Posto Metrópole (rua 26 de Agosto, esquina com a Calógeras), Mediterrâneo (Rua 14 de Julho, em frente à Feira) e VIP (Cândido Mariano, esquina com Almirante Barroso). 

Só é aceito pagamento em dinheiro. Para conseguir reduzir tanto o preço do litro, os proprietários deixam de repassar ao consumidor R$ 1,61 referentes ao que é repassado ao governo. São 15 centavos de PIS, 69 centavos de COFINS, 74 centavos de ICMS, 1 centavo de Imposto de Renda e 2 centavos da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido). Este ano, a campanha só é realizada em Campo Grande, por falta de adesão no interior.

Há limites estabelecidos pelos postos. Cada motorista de carro pode abastecer com 30 litros e as motos só têm direito a 8 litros de gasolina comum.

Idec alerta para tentativa de fraudes após acordo sobre planos econômicos
Pouco mais de 48 horas depois de oficializada a assinatura do acordo entre a Advocacia-Geral da União (AGU), representantes de bancos e associações d...
Dólar fecha no maior valor em 5 meses após adiamento da reforma da Previdência
Em um dia de tensões no mercado de câmbio, o dólar fechou no maior valor em quase seis meses. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (14) vendi...


o que precisa mesmo é de organizaçao!!! a ideia é boa mais nao tem uma politica organizada,se dá um desconto desses mais as filas ficam grande,tudo deveria ser realizado paulatinamente evitando filas e constrangimentos de dormir em filas.
 
RAFAEL ALVES em 25/05/2013 11:07:49
Parabéns à equipe do Posto Metrópole pela organização. Achei a iniciativa muito válida, pois é um absurdo a alta carga tributária de nosso país. E não acho vergonhoso quem decidiu "madrugar" pra conseguir o desconto. Acho vergonhoso o ABUSO no embutimento de impostos em tudo que consumimos. Trabalhamos 5 meses do ano só pra pagar impostos!!!!! MAIS BRASIL, MENOS IMPOSTOS!!!! EU APÓIO ESSA IDÉIA!!!
 
Robson de Paula em 25/05/2013 11:01:01
O que mais me chamou a atenção, foi jovens saindo das baladas, na fila consumindo bebidas alcoólicas como whisky e vodka pra depois sair dirigindo.

Absurdo!
 
Luciano Silgueiros em 25/05/2013 10:37:06
Certos comentários aqui demonstram que desconhecem o propósito do “Dia Nacional sem Imposto”. Não é promoção, não é pra vender mais. O objetivo é justamente mostrar a que ponto as pessoas chegam por estarem de saco cheio dos altíssimos impostos que pagamos no Brasil. Nossos impostos são tão altos, mas tão altos, que tem gente que viu que vale mais a pena passar uma noite esperando para comprar 30 litros sem imposto, do que pagar os mesmos 30 litros com impostos absurdos.
 
Leandro Batista em 25/05/2013 10:19:21
A ideia é boa,porem eu não me sujeito a passar a noite em uma fila para ter um lucro de 60,00,para ter o tanque do carro cheio.
 
edmur Penedo em 25/05/2013 10:03:45
Seria bom se fosse todo dia isso!
Mas pode ter certeza que durante a semana terá um aumento proporcional ao tanto de vendas!
E o povo ainda acredita!
 
Anderson Silva em 25/05/2013 09:40:40
é ridiculo uma pessoa se submeter a dormir em frente a um posto de gasolina só pra pagar mais barato, muito constrangedor e vergonhoso.
 
fernando alves em 25/05/2013 09:19:28
Foi uma verdadeira catástrofe, pelo menos no posto Mediterrâneo (Rua 14 de Julho, em frente à Feira) se tiver uma próxima vez no mínimo seja mais organizado!!!
 
Beatriz Silva em 25/05/2013 09:16:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions