A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/10/2017 17:03

Com leve alta de 2,5%, comércio projeta contratar 5,1 mil no fim deste ano

Osvaldo Júnior
Comércio da região central de Campo Grande; setor iniciou período de contratação de temporários (Foto: Osvaldo Júnior)Comércio da região central de Campo Grande; setor iniciou período de contratação de temporários (Foto: Osvaldo Júnior)

O comércio de Mato Grosso do Sul inicia o período de contratação de temporários com oferta estimada de 5.125 vagas, mostra levantamento do IPF/MS (Instituto de Pesquisa da Fecomércio). Caso concretizada, essa projeção representa alta modesta de 2,5% sobre o número de igual período do ano passado. No entanto, com a economia ainda desaquecida, esse leve avanço se torna considerável, segundo avalia o IPF/MS.

O levantamento indica que mais da metade dos comerciantes não devem aumentar o quadro de funcionários no fim de ano. Foram ouvidos 93 empresários do comércio da região central e de shoppings de Campo Grande. Desse total, 51,61% responderam que não planejam contratar temporários.

A partir das respostas afirmativas e do número de estabelecimentos, os pesquisadores estimaram contratação de 1.232 trabalhadores no centro e shoppings da Capital. Considerando todas as regiões da cidade, essa quantidade pode ser superior aos 2 mil projetados no ano passado. Em todo o Estado, ainda com base nos dados das entrevistas, foi estimada a oferta das 5.125 vagas.

"Mesmo diante da instabilidade econômica, percebe-se que os indicadores são de certa forma positivos, com aumento na expectativa de geração de empregos temporários e na efetivação desse profissional, o que é muito importante para a economia do nosso Estado", afirma o presidente do IPF-MS, Edison Araújo.

Os empresários também foram questionados quanto os fatores para efetivação dos temporários. Os itens citados foram desempenho do temporário (71,67%), expectativas para o ano de 2018 (16,67%), resultado das vendas do Natal de 2017 (10%) e conhecimento do produto (1,67%).

Lojas da Passaletti já deu início ao processo de contratações (Foto: Osvaldo Júnior)Lojas da Passaletti já deu início ao processo de contratações (Foto: Osvaldo Júnior)

Aberta a temporada – As contratações se concentram na segunda semana de novembro, mas há lojas que já iniciaram o processo seletivo. É o caso da rede Passaletti, de acordo com o gerente Marco Antônio. Na unidade que gerencia serão contratados quatro trabalhadores, mesmo número do ano passado.

“Não é preciso ter experiência. Basta ter determinação, foco, desempenho”, listou o gerente. As oito lojas da rede – sete em Campo Grande e uma em Dourados, inaugurada recentemente – estão selecionando trabalhadores.

Saldo – Neste ano, até o mês de setembro, o comércio de Mato Grosso do Sul criou 398 empregos com carteira assinada, de acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desenpregados) do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego). O volume é modesto para a média histórica do setor, mas representa avanço sobre o mesmo período de 2016, quando foram fechadas 1.880 vagas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions