A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/11/2012 18:32

Começa a valer lei que determina explicação sobre recusa de crédito

Luciana Brazil

Passa a valer a partir de hoje em todo Estado, a lei 4.270 que obriga as instituições financeiras, comerciais, agências de crédito ou similares a informarem, sempre que solicitado, o motivo de ter recusado o crédito ao consumidor.

De acordo com o deputado estadual Paulo Duarte (PT), autor da proposta, muitos consumidores não conseguiam aprovação do crédito, mesmo sem terem problemas com os órgãos de restrição, como Serasa e SPC.

“Muitas vezes por causa da estirpe ou aparência da pessoa, muitos créditos eram recusados”, destacou o parlamentar na tarde hoje.

Já os bancos, por terem uma legislação própria, federal, não estão incluídos na nova lei.

O Procon, por meio da assessoria de imprensa, informou que as fiscalizações serão feitas a partir das denúncias e destacou ainda que há a possibilidade que os estabelecimentos recebam a visita de fiscais para averiguar se a lei está sendo cumprida, ou não.

Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


Gostaria de saber a que interesses o deputado defende? De caloteiros, de golpistas? É impressionante como fazem leis para beneficiar quem não merece.
A recíproca deveria ser verdadeira. Se eu, como vendedor de uma loja, oferecer um produto para um comprador e ele não aceitar, deveria me responder por escrito a razão de não querer.
Gente, o mercado é regido pela vontade das partes, isso é capitalismo. Ninguém é obrigado a contratar nada se assim não o desejar. A lei é inócua, basta apenas o estabelecimento informar que não há interesse comercial em contratar com determinada pessoa e pronto.
São deputados como esse, sempre do PT, aliás, que estimula as pessoas a dependerem cada vez mais do estado e não cuidarem, sozinhas, da própria vida.
 
Ricardo Griao em 20/11/2012 00:36:50
Assim não ficamos com cara de palhaço na frente do atendente depois de esperar horas para ser recusado seu credito nem mesmo saber o por quê!
 
Eliane Dias em 19/11/2012 22:16:39
Bancos............ sempre os bancos levando vantagem.
 
Valdir viganó em 19/11/2012 21:54:19
Um bom exemplo é as lojas americanas,que precisamos ficar em frente de uma camera para sermos aprovados e quase sempre somos reprovados,eu e meu esposo não conseguimos um cartão de la,será que é pela aparecia humilde ou por ele ser negro?
 
Sibele Mathias da Cruz em 19/11/2012 20:49:36
a lei é boa mas agora bancos estaren excluidos dessa lei é um absurdo mas quem sabe um dia isso tudo mudara.
 
Robson Borges em 19/11/2012 19:21:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions