A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/04/2011 17:04

Comércio espera movimentar R$ 40 milhões em presentes para Dia das Mães

Angela Kempfer
Senhora olha vitrine na 14 de Julho. (Arquivo)Senhora olha vitrine na 14 de Julho. (Arquivo)

Neste ano, 64% da população em 9 municípios do Estado devem ir às compras de presentes para as mães, segundo pesquisa do Instituto Fecomércio, em parceria com a Universidade Anhanguera-Uniderp e Fundação Manoel de Barros.

Os consumidores sul-mato-grossenses devem movimentar cerca de R$ 163 milhões. Só em Campo Grande, são esperados R$ 40,4 milhões em presentes no mês de maio.

De forma geral, os eletrodomésticos, normalmente no todo da preferência de quem presenteia, agora aparecem em 8º lugar entre os mais citados.

As mães devem receber, principalmente, roupas (21%), bolsas e acessórios (13%). Depois aparecem os sapatos (12%) dentre as opções mais citadas pelos consumidores.

O valor, em média, que o consumidor sul-mato-grossense deve gastar é de R$121,00. Na Capital, a intenção de cada consumidor é comprar, em média, 2 presentes e o valor estimado é um pouco maior, R$ 122,00.

O melhor para o comércio é que 61% disseram que vão pagar à vista. Outros 22% vão pagar com cartão de crédito e 5% com o cartão de débito. Apenas 2,3% dos consumidores indicaram a intenção de pagar por meio de cheque e 7% vão apelar para o crediário da loja.

“Os consumidores estão mais conscientes do seu poder financeiro e não desejam alongar as suas dívidas. Neste ponto, não existem diferenças entre o comportamento das mulheres e dos homens, mas é uma tendência que surgiu nos entrevistados com mais de 40 anos e nos da classe econômica D”, analisam os pesquisadores.

O levantamento garante que 84,1% dos entrevistados dizem que vão comprar no comércio do Centro das cidades pesquisadas.

Os artigos do vestuário são a opção mais indicada pelos entrevistados (21%), seguidos por bolsas e acessórios (13%), calçados (12%). As tradicionais flores são opção para 7%.

Foram entrevistadas 1.798 pessoas, de forma voluntária e anônima entre os dias 18 e 20 de abril, em Aquidauana, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Naviraí, Paranaíba, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas), responsáveis por 62% do PIB do Estado.

Idec alerta para tentativa de fraudes após acordo sobre planos econômicos
Pouco mais de 48 horas depois de oficializada a assinatura do acordo entre a Advocacia-Geral da União (AGU), representantes de bancos e associações d...
Dólar fecha no maior valor em 5 meses após adiamento da reforma da Previdência
Em um dia de tensões no mercado de câmbio, o dólar fechou no maior valor em quase seis meses. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (14) vendi...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions