A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

04/11/2008 15:38

Crise: frigoríficos encaram 2 mil processos trabalhistas

Redação

A demissão de trabalhadores em Mato Grosso do Sul já "rendeu" aos frigoríficos de pequeno e médio porte 2 mil processos judiciais.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação de Campo Grande, Rinaldo de Souza Salomão, pede o empenho das autoridades, principalmente dos governos federal e estadual, para aliviar temporariamente o peso tributário e outros débitos que esse segmento precisa recolher aos cofres públicos, como forma de evitar futuros "calotes" aos trabalhadores.

Para ele, o setor tem sido um dos maiores prejudicados na atual fase da crise da carne que assola o segmento neste segundo semestre de 2008, com produtor segurando gado no pasto para garantir melhores preços ou destinando a carne ao exterior.

Preocupado com a situação em Mato Grosso do Sul, onde centenas de trabalhadores estão desempregados, o presidente da CNTA (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação e Afins), Artur Bueno de Camargo, veio a Campo Grande para conversar com lideranças sindicais sobre o problema.

Após saber da situação de alguns frigoríficos que estão tentando a todo custo retornar ao mercado, Arthur Bueno afirmou que é papel do governo ajudá-los, inclusive renegociando dívidas, se necessário.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions