ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 34º

Economia

Em ritmo lento, 33,5 mil contribuintes de MS fizeram a declaração do IR

Por Renata Volpe Haddad | 14/03/2016 08:35

Dos 382 mil contribuintes de Mato Grosso do Sul que precisam realizar a declaração do Imposto de Renda, até a manhã desta segunda-feira (14), 33,5 mil pessoas enviaram a documentação necessária à Receita Federal.

No País, a Receita estima que 28,5 milhões de declarações sejam enviadas até 29 de abril, mas até hoje, 2,6 milhões de pessoas o fizeram.

Para o delegado da Receita de Federal de Mato Grosso do Sul, Flávio de Barros Cunha, o ritmo ainda é lento e a previsão para o último dia de prazo, é de receber até 15% das declarações. "Historicamente, sempre no último dia do prazo de entrega, recebemos entre 12% e 15% das declarações", afirma.

No Estado, 348,5 mil contribuintes ainda faltam prestar contas à Receita Federal, o que deve ser feito até o dia 29 de abril. Quem perder o prazo de envio, precisará arcar com multa mínima de R$ 164,57. O máximo é de 20% do imposto devido.

A multa para quem coloca informações erradas ou deixa de colocar dados importantes de propósito é de 150% do imposto devido.

Uma das novidades deste ano é que o CPF é exigido a partir dos 14 anos para dependentes e alimentandos.

Também é preciso declarar quem teve rendimentos tributáveis como salário, que somados, passaram de R$ 28.123,91 em 2016, é obrigado a declarar, segundo a Receita Federal. Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte, como de poupança de mais de R$ 40 mil também precisa enviar.

Quem tinha bens, como por exemplo, uma casa acima de R$ 300 mil ou teve receita de mais de R$ 140.619,55 em atividade rural, também precisam realizar a declaração do imposto.

Mesmo quem não tem registro em carteira, como prestadores de serviços ou trabalhadores autônomos, pode estar obrigado a declarar Imposto de Renda se atingir os limites mínimos exigidos pela Receita Federal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário