A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Novembro de 2017

14/06/2017 09:03

Em véspera de feriado, trabalhadores enfrentam filas para sacar FGTS

Priscilla Peres e Ricardo Campos Jr.
Filas nesta manhã em frente a Caixa. (Foto: Ricardo Campos Jr.)Filas nesta manhã em frente a Caixa. (Foto: Ricardo Campos Jr.)

As filas na porta das agências da Caixa se repetiram nesta quarta-feira (14). Porém, quem saiu de casa e foi até o Centro para sacar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) se surpreendeu, já que esperava filas maiores.

As unidades abriram às 9h, duas horas mais cedo que nos outros dias, para atendes os trabalhadores nascidos em setembro, outubro e novembro, que têm direito a sacar o FGTS neste mês. Amanhã (13) as agências não abrem devido ao feriado de Corpus Christi.

O administrador Jeferson Reinoso, 45 anos, chegou na agência central às 8h45, pouco antes da abertura. "Esperava encontrar mais gente, achei que a fila estaria virando o quarteirão". Ele fez a consulta pela internet, mas em razão da liberação do saque, a conta aparece zerada, o é normal segundo a Caixa. "Se eu tiver dinheiro, vou deixar as contas em dia".

A costureira Maria do Socorro, 59 anos, também pensou que encontraria filas maiores "pelo fato de ter fechado ontem. Muitas pessoas poderiam ter vindo, mas em razão do feriado achei que viriam hoje".

Ela afirma ter dinheiro de conta inativa disponível e pelo montante foi até uma lotérica, mas recebeu a informação que o valor estava bloqueado e teve que ir na agência. "Eu pretendo pagar umas contas e mexer na minha casa".

Na agência da Barão do Rio Branco, onde a fila costuma alcançar a Rua 14 de Julho, hoje não passava da metade da quadra. "Esperava encontrar uma fila maior por conta do feriado", afirma a copeira Edenir da Costa Leite.

Contudo, a trabalhadora afirma ter sacado o FGTS na segunda e veio até a agência hoje para usar o dinheiro no pagamento de um empréstimo consignado. Embora o atendimento seja exclusivo para tratar das contas inativas até as 11h, ela vai tentar resolver o problema aproveitando a abertura mais cedo.

A funcionária pública Vera Lúcia Amorim, 41 anos, veio até a agência para chegar se tem algo nas contas inativas. "Pelo fato de abrir esse horário até que a fila não está muito grande. Acho que a maioria já deve ter sacado", afirma.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions