A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

12/05/2015 10:03

Exportação de industrializados cai 36%, pior resultado em três anos

Priscilla Peres
Desaceleração de importantes economias derrubou exportações. (Foto: Divulgação Fiems)Desaceleração de importantes economias derrubou exportações. (Foto: Divulgação Fiems)

Em abril, a receita com a exportação de industrializados de Mato Grosso do Sul somou US$ 216,6 milhões. O montante é 35% menos que no mesmo período do ano passado e é o pior resultado para o mês nos últimos três anos da série histórica, segundo o Radar Industrial da Fiems (Federação da Indústria).

Os números mostram que existe uma forte desaceleração das vendas externas, impulsionado principalmente pela retração no consumo de importantes países compradores. O Complexo Frigorífico, um dos mais importantes segmentos para o Estado, teve retração de 26,6% no primeiro trimestre, devido diminuição das compras feitas pela Rússia.

O cenário é o mesmo para o setor de Óleos Vegetais, que entre janeiro e abril teve receita equivalente a US$ 44 milhões, apontando queda de 49,1% sobre o mesmo intervalo de 2014, quando as vendas foram de US$ 86,5 milhões. No segmento de Papel e Celulose, houve queda de 6,3% no quadrimestre, resultado da diminuição das aquisições dos Estados Unidos, Coreia do Sul, Holanda e China.

Quanto ao grupo “Couros e Peles”, a receita de exportação no período de janeiro a abril de 2015 alcançou US$ 48,9 milhões, indicando queda de 28% sobre o mesmo intervalo de 2014. A queda verificada foi influenciada, basicamente, pela redução das compras em importantes mercados como China, Itália, Hong Kong e Tailândia.

A receita com as exportações de produtos industrializados de Mato Grosso do Sul apresentou queda de 11,7% no primeiro trimestre deste ano com relação ao mesmo período do ano passado, diminuindo de US$ 1,06 bilhão para US$ 938,9 milhões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions