A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Novembro de 2017

08/05/2017 12:42

Governo já tem nova reunião agendada com a Bolívia sobre gás natural

Priscilla Peres e Leonardo Rocha
Governador falou sobre gás natural hoje. (Foto: André Bittar)Governador falou sobre gás natural hoje. (Foto: André Bittar)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou otimista da reunião que teve na Bolívia na última semana. De acordo com ele há uma alternativa para o Brasil comprar gás natural direto do país vizinho e uma nova reunião sobre o tema já está agendada.

Em entrevista hoje em Campo Grande, Reinaldo disse que a reunião com o presidente Evo Morales foi positiva e que foram delegados ministros para manter contato com os estados. Além de Mato Grosso do Sul estão Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

As tratativas comerciais continuam e no próximo dia 22, governadores e ministros se encontram em Florianópolis para debater o tema. As mudanças na compra do combustível começam a partir de 2019, quando acaba o contrato com a Petrobras.

"Vamos comprar direto dá Bolívia a partir de 2019 por meio das nossas empresas. MS tem um duto em Corumbá e para potenciar a MSGÁS poderá comprar dá Bolívia, MT também tem um duto", disse o governador.

Com o decreto que muda a cobrança de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) assinado no mês passado, o governo que manter o equilíbrio financeiro até 2019. "Depois tem esta alternativa dos estados comprar direto, até com um preço melhor".

O governador ainda contou que há a possibilidade de uma térmica movida a gás natural se instalar entre Corumbá e Ladário, o que iria consumir 1 milhão de metros cúbicos por dia, quando ativa.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions