A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/01/2011 14:49

"Loucos" por liquidação fazem fila em loja no centro de Campo Grande

Jorge Almoas

Magazine abriu portas às 13 horas para fila enorme na Barão do Rio Branco

Fila ocupava parte do calçadão da Barão na tarde de hoje (Foto: Jorge Almoas)Fila ocupava parte do calçadão da Barão na tarde de hoje (Foto: Jorge Almoas)

Quem passa por um dos cruzamentos mais movimentados do centro de Campo Grande – entre as ruas 14 de Julho e Barão do Rio Branco – nesta terça-feira se depara com uma cena curiosa: uma enorme fila de pessoas aguarda na porta da loja Romera. O motivo são os atrativos descontos em produtos domésticos, que chamam a atenção de quem poupou no Natal.

Os meses de janeiro e fevereiro devem se manter aquecidos no comércio de Campo Grande, segundo projeção da Associação Comercial e Industrial. Somente no Natal, as vendas cresceram 11,06%.

Mesmo com todos os chamarizes natalinos, o moto-entregador Isabelino Portilho esticou um pouco a hora do almoço para poder comprar um armário de cozinha.

Na lista de compras de Antônia, panela de pressão, sofá, estante, fogão e jogo de mesaNa lista de compras de Antônia, panela de pressão, sofá, estante, fogão e jogo de mesa

“Segurei o dinheiro no Natal para comprar agora. O preço tá bom e meu armário já não aguenta um ano”, relata Isabelino, que esperava na fila.

O moto-entregador descreve a situação do móvel. “As panelas ficam melhor no chão que nele. O pobre já tá com um pé na cova e outro na casca de banana, pronto pra cair”, conta o trabalhador.

Para evitar tumultos, os funcionários da loja seguravam a fila, autorizando a entrada de grupos de 10 pessoas. Com quase três horas na fila e sem almoço, a dona de casa Creuza Campos comemorava as compras atrasadas.

“Estou levando um faqueiro, liquidificador, panela de pressão, garrafa térmica e sanduicheira. Saí faturando”, disse Creuza, que gastou R$ 120,00.

Funcionário controla entrada na loja para evitar tumultosFuncionário controla entrada na loja para evitar tumultos

A comerciante Luciene Vilela Rodrigues aguardava com o dinheiro na mão para comprar um armário de cozinha. “Barato assim tem que aproveitar, mesmo que não caiba em casa”, diverte-se, também na fila.

Moradora do bairro Colibri, a cerca de 12 quilômetros do centro de Campo Grande, Antônia Alves da Silva era só sorrisos, mesmo com o calor abafado do início de tarde.

“Acho que vou levar só uma panela de pressão. Talvez uma mesa com cadeiras”, afirmou Antônia, para depois completar a lista. “Se o preço for bom, levo uma estante, um sofá e um fogão”.

Questionada sobre como levaria tudo para casa, uma vez que é usuária de transporte coletivo, Antônia explica. “Pra tudo se dá um jeito”, disse a aposentada.

O Magazine Luzia, outra grande rede de varejo, programou a liquidação de estoque para a próxima sexta-feira. A Casas Bahia já iniciou as promoções, com descontos de até 70%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions