A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Novembro de 2019

18/10/2019 10:43

Movimento tranquilo e sem filas na Capital em dia de FGTS liberado

Trabalhadores não correntistas, que nasceram em janeiro, poderão sacar recursos de suas contas ativas e inativas

Leonardo Rocha
Movimento está tranquilo na agência da Caixa Econômica, da Rua 13 de Maio (Foto: Henrique Kawaminami)Movimento está tranquilo na agência da Caixa Econômica, da Rua 13 de Maio (Foto: Henrique Kawaminami)

O movimento está bem tranquilo e sem filas nas agências da Caixa Econômica Federal, na área central de Campo Grande, para o saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Hoje foram liberados os recursos aos trabalhadores nascidos no mês de janeiro, que não são correntistas do banco. Alguns funcionários estão à disposição para esclarecer dúvidas.

As agências (Caixa Econômica) de Campo Grande abrirão mais cedo nesta sexta-feira (18), devido o saque do FGTS, começando os trabalhos às 9h e seguem até às 16h. No interior, a unidades vão funcionar das 8h às 15h. Cada trabalhador poderá retirar R$ 500,00 por cada conta do FGTS que ela possuir, seja ativa ou inativa.

Na agência da Rua 13 de Maio, os trabalhadores chegavam e já se direcionavam para os caixas eletrônicos, mesmo cenário da unidade da Rua Barão do Rio Branco. Os funcionários disseram que o movimento está calmo e ainda não teve fila nesta data de saque do FGTS.

Ainda foi divulgado que as agências irão abrir neste sábado (19), das 9h às 15h da tarde, justamente para atender as pessoas que não puderam sacar o dinheiro hoje e estão na lista dos contemplados desta edição.

Maria Aparecida Borges, com sua filha de oito meses, foi sacar o FGTS (Foto: Henrique Kawaminami)Maria Aparecida Borges, com sua filha de oito meses, foi sacar o FGTS (Foto: Henrique Kawaminami)

Gastos – A auxiliar administrativa, Catarina Renata, de 32 anos, conseguiu sacar de quatro contas do FGTS e disse que vai usar o dinheiro para “limpar o nome”, que está negativado no comércio. “Desde quando divulgaram o saque (FGTS), já tinha decidido que iria usar com esta finalidade”.

Já a operadora de loja, Maria Aparecida Borges, 29, disse que irá usar o recurso para pagar as despesas do mês. Sobre o valor liberado pelo governo federal, disse que é uma “boa quantia”, pois assim não se gasta muito o saldo do FGTS.

O marceneiro Jânio Prudêncio, 58, disse que vai usar o dinheiro para pagar outras contas que estão atrasadas. “Gostaria que o valor liberado fosse três vezes mais”. Já Luiz Carlos dos Santos, 41, disse que além de pagar contas e irá comprar alguns eletrodomésticos para sua casa. “Quero sacar todo ano”.

A estudante Thielen Fernanda Leite, 21, disse que foi a primeira vez que sacou recursos do FGTS, mas que não pretende “mexer” neste recurso todo ano. “É melhor deixar lá, desta vez vou usar para pagar conta”.

Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa, site ou aplicativo no celular.

O próximo saque liberado será aos não correntistas, que nasceram em fevereiro, com o recurso à disposição a partir do dia 25 de novembro. Os saques seguem até março de 2020, conforme a data de nascimento dos beneficiários.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions