A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

14/06/2017 14:45

MS deixou de abater 15 mil cabeças de gado no primeiro trimestre do ano

Priscilla Peres
Operação Carne Fraca paralisou atividades em frigoríficos em março. (Foto: Fiems)Operação Carne Fraca paralisou atividades em frigoríficos em março. (Foto: Fiems)

Mato Grosso do Sul deixou de abater 15,9 mil cabeças de gado no primeiro trimestre de 2017. A redução foi a segunda maior do país no período, perdendo apenas para São Paulo, que reduziu em 63,92 mil os abates, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados nesta quarta-feira (14).

O Estado abateu 845.984 mil cabeças no primeiro trimestre e tem o segundo melhor desempenho do país com 11,5% da produção nacional. O vizinho Mato Grosso continua liderando o abate de bovinos, com 15,2% da participação do país.

Na comparação com o primeiro trimestre de 2016, houve queda de 1,8% na quantia de abates de MS. Em março desse ano, a Operação Carne Fraca da Polícias Federal encontrou irregularidades em frigoríficos brasileiros. Apesar da ação não atingir o Estado, unidades do JBS tiveram férias coletivas naquele mês.

Nos três primeiros meses do ano o preço médio da arroba bovina ficou entre 3% e 5% menor o que o mesmo período de 2016. A China foi o principal comprador da carne brasileira in natura, ultrapassando Hong Kong.

Abate de frangos cresceu em 2,53 milhões de cabeças. (Foto: Divulgação)Abate de frangos cresceu em 2,53 milhões de cabeças. (Foto: Divulgação)

Outras proteínas - Em contrapartida, Mato Grosso do Sul elevou o abate de frango e porco nos três primeiros meses de 2017. Foram abatidas 2,53 milhões de cabeças de frango a mais no período, sendo o Estado o terceiro na lista de crescimento no primeiro trimestre.

MS é o 8º no ranking anual de produção aviária, com aumento de 6,1% no abate em relação aos três primeiros meses de 2016. No início desse ano foram abatidos 44 milhões de cabeças de frango.

O Estado também se destacou no abate de suínos com 20,30 mil cabeças a mais no trimestre, sendo o quinto na lista de 12 que contribuíram para a alta no país. MS é o 8º no ranking anual de abate, com alta de 5,4% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Menores - No leite, MS foi o quinto que mais contribuiu para a redução na produção, com queda de 10,10 milhões de litros. O Estado nem aparece no ranking dos 13 maiores produtores

Em compensação o Estado é o segundo maior na aquisição de couro com 13,2% da produção nacional. O líder é Mato Grosso com 17,1%. No primeiro trimestre, MS produziu 1,8% a mais de ovos , comparado a 2016. sendo o 12º no ranking.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions