A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

09/01/2014 18:23

No ano que o tomate foi notícia, café da manhã deixou a cesta mais cara

Lidiane Kober
Banana foi a campeã no aumento de preço, com elevação de 58,3% (Fotos: Marcos Ermínio)Banana foi a campeã no aumento de preço, com elevação de 58,3% (Fotos: Marcos Ermínio)

No ano que o tomate foi notícia por seus altos e baixos, produtos do café da manhã foram os campões no aumento de preço e pesaram no bolso do consumidor campo-grandense. De forma geral, a cesta básica ficou 12,38% mais cara no ano passado em comparação a 2012.

Em dezembro de 2013, o trabalhador precisava desembolsar R$ 301,20 para adquirir os itens básicos. Doze meses antes, bastavam R$ 268,03, uma diferença de R$ 33,17. O líder em aumento de preço foi a banana, com elevação de 58,3%. A fruta começou o ano custando R$ 2,16 e virou 2013 com preço médio de R$ 3,42.

Produtos básicos do café da manhã, o leite e o pão francês, aumentaram, respectivamente, 20,9% e 20%, de janeiro a dezembro do ano passado. O leite iniciou 2013 custando em média R$ 2,29 e encerrou no valor de R$ 2,77. Já o pão, no primeiro mês do ano, podia ser adquirido por R$ 6,20 e, em dezembro, por R$ 7,50.

A produtora rural Dora Ledi Bileco observou a elevação dos preços nas gôndolas dos supermercados de Campo Grande. Com filhos de 3 e 10 anos, a família consome muito leite. “Praticamente todo mês, percebi aumentos de quatro, cinco centavos”, exemplificou.

Ela, inclusive, produz leite em sua propriedade. “Nem sempre dá para trazer o produto da fazenda, então, a gente acaba comprando na cidade”, explicou. “Para o produtor, o percentual de aumento foi bem inferior”, frisou. “No Brasil, quem ganha são os intermediários”, concluiu.

Mãe de filhos de 3 e 10 anos, Dora sentiu no bolso o aumento de 20% do leiteMãe de filhos de 3 e 10 anos, Dora sentiu no bolso o aumento de 20% do leite

A pedagoga e dona de casa Rosilene Nogueira também observou o aumento do custo da cesta básica. “No início de 2013, comprava o quilo da banana por até R$ 1,40, hoje, o preço da fruta passa de R$ 3”, comentou. “Antes mesmo de o salário aumentar, tudo já subiu e o pequeno reajuste foi engolido pela elevação dos demais produtos”, lamentou.

Mais dados – Dos 13 itens, pesquisados pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), seis aumentaram de preço entre janeiro a dezembro de 2013. Além da banana, do leite e do pão, subiram de preço a carne, a farinha e o açúcar.

Ao mesmo tempo, baixaram de valor o feijão, o arroz, a batata, o tomate, o café, o óleo de soja e a manteiga. Notícia em 2013 por seus altos de baixos, o tomate foi o item básico com maior percentual de redução, 22,6%, ou seja, começou custando R$ 4,33 e fechou pelo preço de R$ 3,35. Em maio, o produto chegou a custar, em média, R$ 5,68, na Capital.

Tomate e açúcar aumentam de preço e elevam o custo da cesta básica
O tomate, a mandioca e o açúcar aumentaram de preço em novembro e elevaram em 0,43% o custo da cesta básica em Campo Grande. Vilão do ano, o tomate s...
Tomate e banana puxam alta da cesta básica na Capital
De setembro a outubro deste ano, o preço do tomate e da banana aumentou, respectivamente, 13,88% e 9,88% e puxou a alta de 1,12% da cesta básica em C...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions