A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Maio de 2017

24/04/2017 17:48

'No escuro', conselho aprova incentivos para 3 empresas investirem na Capital

Ricardo Campos Jr.
Secretário Luiz Fernando Buainaim, ao centro, com a vice-prefeita Adriane Lopes (PEN) e o prefeito Marquinhos Trad (PSD) (Foto: Alcides Neto)Secretário Luiz Fernando Buainaim, ao centro, com a vice-prefeita Adriane Lopes (PEN) e o prefeito Marquinhos Trad (PSD) (Foto: Alcides Neto)

O Codecon (Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico) aprovou a concessão de incentivos a três empresas durante reunião nesta segunda-feira (24). O grupo é chefiado pela Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia) que afirma desconhecer o quanto a cidade deixa de arrecadar com os benefícios.

Segundo o titular da pasta, Luiz Fernando Buainaim, as companhias cujos projetos foram validados hoje prometem investir R$ 3.645 milhões e gerar 30 novos empregos na cidade.

Além disso, segundo ele, três empresas que já haviam sido beneficiadas em anos anteriores devolveram os terrenos cedidos pelo poder público por não terem como arcar com as promessas que fizeram ao apresentar a carta-consulta.

Foco – No começo do mês, quando o município encaminhou 22 pedidos de isenção fiscal e doação de terrenos públicos para aprovação da Câmara Municipal, Buainaim foi questionado pelo Campo Grande News sobre as cifras da renúncia fiscal.

Esses dados são importantes para que o Poder Público tenha um limite de quanto pode abrir mão em impostos para não sair no prejuízo.

Para ele, contudo, o importante na aprovação dos projetos são os benefícios gerados à população, principalmente empregos.

Além disso, o histórico das solicitantes também tem sido desconsiderado. O secretário afirmou desconhecer se alguma das 22 contempladas mês passado já haviam recebido incentivos anteriormente e tampouco se elas chegaram a cumprir com o que combinaram com o município.

Na visão dele, é preciso avaliar a conjuntura do país, que passou por anos conturbados política e economicamente, sendo prudente dar oportunidade ao empresário analisando o poder de investimento.

Conselho do FCO aprova mudanlas para dar celeridade aos financiamentos
Foi aprovado em reunião extraordinária dos membros do Conselho de Investimentos Financiáveis pelo FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centr...
Refletindo cenário político, Bovespa cai 1,54% e dólar sobe a R$ 3,27
O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F Bovespa), Ibovespa, encerrou o dia com queda de 1,54%. O dólar, por sua vez, terminou o pre...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions