A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

21/12/2010 16:58

Para zerar estoque, produtos do Natal têm queda de até 10%

Jorge Almoas

Segunda pesquisa do Procon encontra variação de até 164%

Preço do panetone chega a variar 63,8% entre os estabelecimentos pesquisados pelo Procon (Foto: Fernando Dias/arquivo)Preço do panetone chega a variar 63,8% entre os estabelecimentos pesquisados pelo Procon (Foto: Fernando Dias/arquivo)

A segunda pesquisa de preço dos produtos do Natal realizada pelo Procon na semana passada reforçou uma tendência de anos anteriores.

Para zerar o estoque, os lojistas derrubam os preços em até 10,74%, quando comparado ao primeiro levantamento feito no final de novembro.

Em comparação com o Natal passado, os preços cresceram 7,8%.

O maior destaque é no quilo a granel da castanha do Pará com casca, que chega a variar 164,2%, oscilando entre R$ 5,90 em um estabelecimento a R$ 15,59 em outro.

Castanha do pará varia até 164%. Procon orienta pesquisa antes das compras (Foto: Fernando Dias/arquivo)Castanha do pará varia até 164%. Procon orienta pesquisa antes das compras (Foto: Fernando Dias/arquivo)

Dentro da lista das 10 maiores variações, constam a ameixa seca sem caroço (86,9%); ameixa seca com caroço (76,4%); espumante (71,5%); panetone (63,8%); cesta de Natal pequena (58,7%) e sidra (56,3%).

Foram pesquisados 260 itens em nove estabelecimentos. De acordo com o Procon, os estabelecimentos que vendem por atacado não se destacam na pesquisa, por conter produtos com os menores e maiores preços encontrados no levantamento.

“A dica é realizar pesquisa em cada estabelecimento”, orienta Lamartine Ribeiro, superintendente do Procon/MS.

Confira abaixo a tabela com a pesquisa completa e as 10 maiores variações da pesquisa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions