A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

09/09/2014 12:50

Prefeito planeja cortar R$ 100 milhões em despesas até o fim do ano

Liana Feitosa e Kleber Clajus
Segundo prefeito, cortes devem incluir demissão de pessoal. (Foto: Kleber Clajus)Segundo prefeito, cortes devem incluir demissão de pessoal. (Foto: Kleber Clajus)

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), afirmou hoje que está preocupado com os gastos da Prefeitura. Segundo o administrador municipal afirmou durante a reinauguração do Sesc unidade Lageado nesta manhã, existem planos de reduzir as despesas entre R$ 50 e R$ 100 milhões até o final do ano. Os cortes ajudariam a prefeitura a encerrar o ano com o orçamento longe do vermelho.

"Vamos priorizar medicamentos, alimentação de escolas e Ceinfs (Centros de Educação Infantil), e as coisas mais pontuais. Já foram reduzidos 90% de qualquer tipo de gasto porque, fazendo assim, e mais o PPI, vamos equilibrar as coisas até o fim do ano", explica.

O PPI (Programa de Parcelamento Incentivado), oferece a oportunidade de renegociação de débitos, multas e notificações, tornando possível o recolhimento de impostos em atraso.

Ainda de acordo com o prefeito, a administração municipal tem pedido aos servidores que economizem na luz elétrica, na água e no uso do ar condicionado. Além disso, corte de pessoal está nos planos de contenção.

"Vamos aproveitar aqueles servidores que, porventura, não deram resultado e não estão trabalhando a contento. Até porque também se faz necessário fazer economia com pessoal. Também haverá comissionados cortados", finaliza.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions