A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/04/2013 14:53

Produtores e consultores vão conhecer estrutura de laticínio em Caracol

Nadyenka Castro
Laticínio em Caracol gera renda para agricultores familiares. (Foto: João Garrigó)Laticínio em Caracol gera renda para agricultores familiares. (Foto: João Garrigó)

Produtores rurais, técnicos e consultores do Sebrae vão à Caracol na próxima quarta-feira (3) conhecer o funcionamento do laticínio e da unidade de processamento de vegetais que são administrados pela Acodecol (Associação Comunitária de Desenvolvimento Artístico e Cultural de Caracol).

Pela manhã, a visita é na unidade de processamento de vegetais e à tarde no laticínio que foi escolhido para fornecer produtos a estabelecimentos que recebem em 2014 delegações de mais de 30 países, durante a Copa do Mundo FIFA de Futebol. “Nossa intenção é mostrar aos produtores um caso de sucesso que se encaixa na realidade local”, afirma Carlos Eduardo Cordeiro, técnico do Sebrae no MS.

Fazem parte da comissão membros dos assentamentos Piquiri, de Sonora, e Aroeira, de Chapadão do Sul.O objetivo é preparar estas comunidades para comercializar os produtos por meio de canais do governo, como o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos); e também através do mercado privado.

“Um dos grupos já industrializa leite, mas precisa de exemplos para visualizar como aumentar a produção, expandir os negócios, diversificar o mix de produtos oferecidos e formar parcerias com outros produtores da região”, explica Carlos Eduardo.

Segundo ele, na ocasião, médicos veterinários dos municípios, que atendem diretamente aos assentados, mostram pontos fundamentais da estrutura que devem ser respeitados no processo de produção. Além disso, uma consultora do Sebrae/MS aponta medidas técnicas e administrativas que devem ser usadas como modelo.

O laticínio compra leite somente da agricultura familiar. No início, o local recebia 80 litros de leite por dia e, hoje, são 20 mil litros.

Diante do aumento da demanda, a previsão é que em dezembro deste ano seja inaugurado um novo laticínio. A obra, que tem início em julho com o apoio da Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), possui investimento de R$ 1,9 milhão para a compra de maquinários mais modernos e vai gerar 35 empregos diretos em toda a cadeia produtiva.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions