A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

25/08/2011 08:56

Programa do Senai encaminha 50 mulheres para indústrias de confecção

Edmir Conceição*

Segundo o Sindivesto, segmento de confecção é o quarto maior empregador de Mato Grosso do Sul

Mulheres são encaminhadas aos postos de trabalho nas indústrias de confecção. (Foto: Divulgação/Fiems)Mulheres são encaminhadas aos postos de trabalho nas indústrias de confecção. (Foto: Divulgação/Fiems)

O Senai encaminhou ontem 50 moradoras do Bairro Jardim Noroeste concluintes do curso gratuito de costura industrial para preencherem a ficha de cadastro de funcionários das fábricas da Cativa Têxtil e Agosto Confecções para eventual contratação. Até o momento, o Programa Indústria Ativa da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) já chegou a 49 bairros com 1.602 pessoas matriculadas nos cursos de costura industrial, pedreiro, eletricista e informática básica disponibilizados pelo Sesi e Senai.

Segundo o presidente da Fiems, Sérgio Longen, o encaminhamento desse segundo grupo de profissionais capacitadas pelo Senai – o primeiro foi no início de junho – atesta a eficácia do programa de formação de mão de obra para a indústria. De acordo com o presidente do Sindivest/MS, José Francisco Veloso Ribeiro, o segmento de confecção é o quarto 4º maior empregador de Mato Grosso do Sul.

Das 50 profissionais encaminhadas pelo Senai à Cativa Têxtil, 15 foram aprovadas no teste feito na quarta-feira e serão contratadas pela empresa, iniciando o trabalho já na próxima segunda-feira (29). Esse é caso de Tereza Mendes, 61 anos, que trabalhava com serviços gerais em um hotel e passará a ser costureira industrial, melhorando a renda familiar. “Agora, além de mudar de ramo, terei carteira assinada e em uma idade que não imaginava mais conseguir esse benefício”, disse.

Outra profissional formada pelo Senai que também será contratada pela Cativa Têxtil é Eva Barbosa de Souza, 53 anos, que trabalhava em um restaurante e agora será costureira industrial. “Graças a Deus consegui arrumar esse emprego com carteira assinada. Foi uma bênção ter feito o curso do Senai sem ter de desembolsar nada”, pontuou. Já as outras 35 profissionais capacitadas no âmbito do Indústria Ativa preencheram a ficha da Agosto Confecções e devem ser chamadas para um teste na próxima semana, pois a empresa necessita de apenas 10 pessoas de imediato.

Um exemplo é Mariana Dias da Silva, 27 anos, que trabalhava em um escritório, mas decidiu mudar de ramo de atuação. “Sempre gostei de costurar e, quando surgiu a oportunidade de fazer um curso gratuito do Senai e ainda no meu bairro, não pensei duas vezes. Hoje, com esse encaminhamento para uma indústria, acredito que vou conseguir trabalhar com costura industrial e tudo isso graças à Fiems”, disse. A colega dela, Eloziane Pedro Vicente, é outra que preencheu a ficha na Agosto Confecções e espera conseguir trabalhar na empresa. “Não tenho nem o que dizer, é a realização de um sonho”, disse, emocionada com a oportunidade.

(*) Com informações da Fiems



meus parabens a essa colegas tbm sou costureira

 
sonia gonçalves em 28/03/2012 09:55:24
Vcs estao de parabens com esses cursos,pois muitas pessoas carentes nem sempre podem pagar um curso tao bom como esses.
Gostaria de saber quando é que vai ter novamente esses cursos de novo aqui no bairro dos novos estados,por favor nos enforme,muito obrigada pela atençao.
 
Edleide Almeida em 24/10/2011 02:37:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions