A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/03/2013 10:29

Puxada pelo interior, arrecadação federal cresce 28,35% no Estado

Em Corumbá, município da região pantaneira, o crescimento foi de 350%

Aline dos Santos
Mineração contribui para desempenho de Corumbá. (Foto: Lucimar Couto) Mineração contribui para desempenho de Corumbá. (Foto: Lucimar Couto)

Campo Grande ainda responde pelo maior volume, mas foi o interior que puxou o crescimento da arrecadação dos tributos federais no mês de fevereiro em Mato Grosso do Sul. De acordo com a Receita Federal, a arrecadação alcançou R$ 349,4 milhões no mês passado. O resultado mostra crescimento de 28,35% (R$ 77 milhões) em comparação ao mesmo período de 2012, quando foram arrecadados R$ 272,2 milhões.

Em Corumbá, município da região pantaneira, o crescimento foi de 350% se comparado o desempenho entre fevereiro de 2012 e 2013. A arrecadação cresceu de R$ 173 mil para R$ 781 mil. Para o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte (PT), o cenário é resultante da combinação dos investimentos privados e público.

“O poder público investe em obras, asfalto, saneamento, construção de casa, gera impostos federais. Lançamos uma obra de esgotamento sanitário de R$ 37 milhões e até no fim do meu mandato, 100% das ruas serão pavimentadas”, afirma Duarte.

O prefeito busca recursos no PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento). Ele salienta que também se destaca na economia do município a mineração e o gás natural. “Tem a melhora da economia das cidades do interior”, analisa.

No município de Dourados, o comparativo de arrecadação entre fevereiro de 2012 e 2013 mostra crescimento de 35,37%, passando de R$ 66 milhões para R$ 90 milhões. Em Campo Grande, a evolução foi de 26,32%. Com receita ampliada de R$ 203 milhões para R$ 256 milhões.

Em Ponta Porã, a arrecadação federal teve redução de 67%. A queda foi de R$ 1 milhão em fevereiro de 2012 para R$ 349 mil em fevereiro de 2013.

Setores - A arrecadação fazendária alcançou o valor de R$ 181,2 milhões, com acréscimo de R$ 40,3 milhões em relação a fevereiro de 2012, representando crescimento de 28,61 %. Já a arrecadação de receitas previdenciárias somou R$ 168.214.384,00, com aumento de R$ 36,8 milhões em relação ao mesmo mês do ano anterior, o que representa incremento de 28,07%.

Os setores econômicos que apresentaram desempenho positivo na arrecadação em fevereiro de 2013 foram: eletricidade, gás e outras utilidades (R$ 10 milhões), fabricação de celulose, papel e produtos de papel (3,9 milhões) e fabricação de produtos alimentícios (R$ 3,2 milhões).

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions