A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018

28/08/2014 17:34

Salão de automóveis da Caixa acontece de 4 a 6 de setembro

Priscilla Peres
Ação vai conceder financiamentos com taxa de juro reduzida. (Foto: Caixa)Ação vai conceder financiamentos com taxa de juro reduzida. (Foto: Caixa)

De 4 a 6 de setembro a Caixa Econômica Federal promove a segunda edição 2014 do Salão Auto CAIXA em todo o país. Mato Grosso do Sul participa com seis concessionárias cadastradas em Campo Grande, uma em Chapadão do Sul, três em Dourados e uma em Três Lagoas.

De acordo com a Caixa as concessionárias ainda estão sendo cadastradas e o número de atendimento pode aumentar até o início do evento. Durante os três dias, serão disponibilizados três mil gerentes, em regime de plantão, em mais de 1.100 concessionárias em todo o Brasil.

Durante a ação, será oferecida a linha de financiamento para a compra de carros novos ou usados com taxas de juros a partir de 0,93% ao mês, e carência de três meses. O cliente que financiar seu carro ou moto durante o Salão em uma das concessionárias participantes, poderá começar a pagar o contrato em janeiro de 2015.

Segundo o superintendente nacional de Veículos da Caixa, Jorge Pedro Lima, nesta edição as condições de financiamento são destaque. “Vamos trabalhar, por exemplo, com carência – extensão do prazo para começar a pagar as parcelas. A orientação é que os clientes simulem o financiamento com a Caixa antes de fechar o negócio”, comentou.

A estimativa é que sejam financiados cerca R$ 300 milhões durante o período do Salão. A lista das concessionárias participantes do Salão Auto CAIXA está disponível no site www.salaoautocaixa.com.br, onde os interessados podem fazer consultas por região, cidade, bairro, marca do veículo, conferir o brinde oferecido e ainda fazer sua simulação.

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia
A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e...
Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017
Com meta de déficit primário de R$ 159 bilhões neste ano e com um teto de gastos pelas próximas duas décadas, o governo teria melhores condições de s...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions