A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/11/2012 12:55

Supermercado em área da Acrissul deve ficar pronto em março de 2013

Instalação está confirmada em espaço de 30 mil metros quadrados. Grupo pagará R$ 109 mil mensais, mais percentual sobre o lucro

Nadyenka Castro e Paula Maciulevicius
Chico Maia, presidente da Acrissul, confirma aluguel. (Foto: Paula Maciulevicius) Chico Maia, presidente da Acrissul, confirma aluguel. (Foto: Paula Maciulevicius)

A Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) confirmou a instalação do Atacado Assaí, supermercado do grupo Pão de Açúcar, na área de 30 mil metros quadrados do Parque de Exposições Laucídio Coelho e informou que o comércio deve ficar pronto em março de 2013. O investimento do grupo é de R$ 20 milhões.

Vice-presidente da Associação, Jonathan Barbosa explica que foi o grupo quem procurou a Acrissul e as negociações começaram a um ano. O objetivo é recuperar dinheiro perdido com a proibição de shows no local.

O supermercado será construído na área onde por muitos anos foram realizados shows. Do total de 30 mil metros quadrados alugados, 15 mil serão de área interna do atacadista.

A Acrissul irá receber de aluguel, por mês, R$ 109 mil mais meio por cento do faturamento mensal. E esse valor é só o inicial. O contrato é de 20 anos, podendo ser prorrogado, e no período em que estiver vigente, o aluguel será reajustado anualmente.

Caso o contrato seja prorrogado após os 20 anos, o percentual sobre os lucros irá dobrar, passando para 1%.

Conforme Jonathan, o imóvel será incorporado ao patrimônio da Acrissul e o dinheiro será utilizado para despesas mensais com encargos, folha de pagamento e manutenção do Parque. “Foi a força que a diretoria encontrou para repor a perda de R$ 1 milhão com a falta de shows”, disse.

De acordo com o presidente da Acrissul, Chico Maia, a despesa mensal da Acrissul é de R$ 90 mil e montante arrecadado com associados, aluguéis e leilões é, em média, R$ 40 mil.

A Associação afirma que a instalação do supermercado não irá prejudicar a realização de eventos no Parque, como Exposição Agropecuária de Campo Grande e que todo o trâmite foi feito de acordo com o estatuto, passando pela diretoria, Conselho de Ex-presidentes e, por fim, aprovação dos associados em assembleia realizada nesta quarta-feira: por unanimidade dos 34 pecuaristas presentes.

Para que o comércio pudesse ser instalado no Parque, foi preciso também mudanças na Lei de Uso e do Solo de Campo Grande. A Acrissul trabalhou junto com a Câmara Municipal e com a Prefeitura para que a legislação fosse alterada.

Para Chico Maia, esta é “grande oportunidade que todos nós temos de ter uma entidade economicamente forte, politicamente livre e socialmente com a participação de todos”. “É bom para todos os lados e não atrapalha em nada a função da Acrissul”, diz.

A intenção de Chico Maia é transformar o Parque na Cidade Agropecuária, com espaços para lojas, associações, etc.



Passei mais de 50 anos da minha vida dos 80 +- da Exposição faz parte da minha vida parte boa me recuso a ir ao supermercado que são tantos inclusive perto dali. OK VOCÊS VENCERAM ESPERO QUE FAÇAM BOM USO DO DINHEIRO QUE GANHARAM PARA TIRAR A NOSSA EXPOSIÇÃO PARA ENTERAR NOSSA HISTÓRIA.
 
Meire Pereira de Souza em 14/11/2012 23:49:10
Parabéns pela conquista Sr Jonathan Barbosa!
 
LUCAS ANDRADE em 14/11/2012 17:07:11
Quero parabenisar a diretoria e em especial ao presidente Sr. Francisco Maia
pela grande negociação que para o parque sera uma grande saida financeira
e economica, e para a população será uma grande facilidade de compras pois a
localização e exelente.
 
Lourival Oliveira em 14/11/2012 15:11:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions