A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

18/08/2015 17:15

Umidificadores de ar somem das lojas após procura aumentar até 500%

Mariana Rodrigues
Com as vendas em alta, o produto já está em falta na maioria das lojas. (Foto: Marcos Ermínio)Com as vendas em alta, o produto já está em falta na maioria das lojas. (Foto: Marcos Ermínio)

Com clima seco, a procura por umidificadores de ar tem aumentado significativamente em Campo Grande. O produto que ajuda a manter a umidade relativa do ar nos níveis recomendados para o ser humano, registrou aumento nas vendas de até 500% no mês de agosto, com isso o produto está em falta na maioria das lojas da Capital.

Segundo Nilton Oliveira, gerente da loja Romera do Centro, não há mais umidificadores de ar na loja, nem no estoque. "Está em falta, estamos esperando a fábrica mandar mais para atender a demanda que está grande", conta. O preço do umidificador varia de R$ 99 o pequeno com capacidade para dois litros e R$ 149, o grande com capacidade para cinco litros.

Na loja City Lar, Roberto Costa, conta que o produto é sazonal, pois os consumidores só lembram de comprá-lo nos meses de estiagem. Em sua loja as vendas aumentaram 80%, o que fez com que o estoque de umidificadores acabasse em pouco tempo. "Vendemos todo o estoque e os produtos que estavam no mostruário. Já fizemos pedido de reposição e estamos aguardando a chegar", comenta.

Com relação ao preço, Roberto diz que mesmo com a grande demanda, o valor do umidificador continua o mesmo com relação ao ano passado, custando em média R$ 99. "Não teve reajuste, está a mesma média de preço do ano passado", conta.

Sem os umidificadores, o ventilador tem sido a opção mais barata escolhida pelos clientes. (Foto: Vanessa Tamires)Sem os umidificadores, o ventilador tem sido a opção mais barata escolhida pelos clientes. (Foto: Vanessa Tamires)

Em outra grande rede de lojas de móveis e eletrodomésticos da Capital, o gerente pediu para não ser identificado, mas disse à reportagem do Campo Grande News que o produto está em falta desde o começo do mês, quando o tempo começou a ficar mais seco devido a falta de chuvas.

Outras opções - Sem o umidificador, quem está ganhando a preferência dos clientes nas lojas são os climatizadores de ar. Apesar do preço mais salgado, as funções são basicamente as mesmas, já que é um ventilador com um reservatório de água que deixa o ar mais úmido. "Mesmo com o preço mais caro, a procura pelo climatizador é maior com relação ao ventilador, devido as suas funções", comenta Nilton. 

Segundo o gerente da Romera, o ventilador teve aumento de 30% nas vendas e o climatizador de 20%, já o ar condicionado teve pouca procura em nossa loja. Os ventiladores estão mais em conta, com preços que variam de R$ 69 a R$ 189, dependendo do tamanho, e o climatizador é o que apresenta o preço mais caro, sendo comercializado entre R$ 300 a R$ 500, dependendo da marca.

Na City Lar as vendas dos condicionadores de ar aumentaram em cerca de 20%, e ventiladores 50% em média. "O ar condicionado não é mais um artigo de luxo e simum produto de extrema necessidade, as pessoas estão comprando bastante, tanto para os carros quanto para casa, tanto que nossa vendas subiram", finaliza.




Será que as pessoas pesquisaram 3 minutos na internet pra saber que isso não faz diferença nenhuma?
 
Cyro Escobar Ribeiro Neto em 19/08/2015 08:03:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions