A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Setembro de 2017

03/08/2017 15:28

Valor da exportação de milho em MS é o menor no período de 5 anos

Em contrapartida, a soja contabilizou o maior montante da história

Osvaldo Júnior
Colheita em vendas de milho estão apresentam queda nesta safra (Foto: Portal Brasil)Colheita em vendas de milho estão apresentam queda nesta safra (Foto: Portal Brasil)

Com os preços despencando, o milho, produzido em Mato Grosso do Sul, acumulou, de janeiro a julho, o pior resultado em vendas externas para o período dos últimos cinco anos. A receita com as exportações retraiu em 86,48%: de US$ 229,12 milhões para US$ 27,95 milhões. São US$ 201 milhões a menos resultantes da comercialização com outros países.

Os números, divulgados nesta quinta-feira (dia 3), são do Aliceweb ( Sistema de Análise das Informações de Comércio Exterior), do Mdic (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior). De acordo com o histórico do levantamento, o valor originado das exportações do milho nos sete primeiros meses de 2017 é o menor desde 2012, que foram de US$ 23,54 milhões.

Foram embarcados para outros países 177,62 mil toneladas de milho de janeiro a julho deste ano. Essa quantidade é quase oito vezes menor que o volume exportado do grão nos mesmos meses de 2016, correspondente a 1,374 milhão de toneladas. O total de milho destinado ao exterior, neste ano, equivale a apenas 1,8% de todo milho, estimado a ser colhido nesta safra, de 9,2 milhões de toneladas.

O comportamento das vendas está relacionado com os preços do milho, que retraíram acentuadamente. De acordo como site Agrolink, a saca de 60 quilos está cotada hoje, em Mato Grosso do Sul, a R$ 15,97. O valor é 55% inferior ao de igual data de 2016 (R$ 35,57). Também é o menor desde 2010 (R$ 13,11).

 

Valor da exportação de milho em MS é o menor no período de 5 anos
Colheita de soja em MS; grão registra recorde em vendas externas (Foto: Marcos Ermínio)Colheita de soja em MS; grão registra recorde em vendas externas (Foto: Marcos Ermínio)

Recorde em 20 anos – Principal grão de Mato Grosso do Sul, a soja também contabiliza recorde, mas em trajetória inversa ao do milho. Conforme o Aliceweb, as exportações da oleaginosa somaram, de janeiro a julho, US$ 1,122 bilhão, 15% a mais que o valor de iguais meses do ano passado (US$ 969,14 milhões) e o maior montante de toda série histórica do estudo, iniciado em 1997.

No total, foram destinados a outros países 2,99 milhões de toneladas de janeiro a julho deste ano. Em 2016, o volume embarcado somou 2,688 milhões de toneladas no mesmo período.

Balança – Mesmo com o desempenho recorde das vendas de soja, Mato Grosso do Sul encerrou os sete primeiros meses deste ano com balança comercial deficitária. O valor das exportações foram de US$ 1,122 bilhão. Já a importação equivaleu a US$ 1,342 bilhão. O resultado foi deficit de US$ 220 milhões.

O saldo negativo deste ano, entretanto, é menor que o de mesmos meses de 2016. Na ocasião, o valor das exportações foram de US$ 969,14 milhões e das importações, de US$ 1,293 bilhão. O saldo foi negativo em US$ 324,49 milhões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions