ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 26º

Educação e Tecnologia

Chegada para vestibular da Uems foi de calmaria, mas teve quem perdeu a prova

Portões fecharam às 14h . Provas estão sendo realizadas em 17 municípios

Por Gabriel Neris e Mirian Machado | 08/01/2022 14:50
Marilia, de 17 anos, e a mãe encontraram o portão fechado (Foto: Marcos Maluf)
Marilia, de 17 anos, e a mãe encontraram o portão fechado (Foto: Marcos Maluf)

A chegada dos candidatos para o vestibular da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) foi tranquila, mas ainda assim teve quem perdeu a prova por atraso. Os portões fecharam às 14h.

É o caso de Marilia Gabriely Marcelino, de 17 anos. Ela estava acompanhada da mãe e vinha de carona da aldeia Tereré, em Sidrolândia, a 71 km de Campo Grande.

Marilia lamenta por não conseguir fazer a prova (Foto: Marcos Maluf)
Marilia lamenta por não conseguir fazer a prova (Foto: Marcos Maluf)

Ela conta que chegou atrasada porque houve um acidente na BR-060, no trecho que liga o município à Capital. Além disso, uma mulher que estava no veículo passou mal no caminho e precisou ser levada ao hospital.

A mãe ainda tentou implorar pela entrada da filha no portão, mas a organização avisou que se abrisse, teria que avisar a todas as unidades para fazer o mesmo. As provas estão ocorrerndo simultaneamente em outros 16 municípios. “Se não for pra ser esse ano, tudo bem”, disse com a voz embargada.

As provas também estão sendo aplicadas em Amambai, Aquidauana, Cassilândia, Corumbá, Coxim, Dourados, Glória de Dourados, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

Vice-reitora Celi Corrêa Neres explica que Uems conta com mais quatro novos cursos (Foto: Marcos Maluf)
Vice-reitora Celi Corrêa Neres explica que Uems conta com mais quatro novos cursos (Foto: Marcos Maluf)

A vice-reitora Celi Corrêa Neres explica que ao todo são 58 cursos. Os mais procurados em Campo Grande são Medicina e Pedagogia. Os candidatos responderão hoje 60 questões, além da redação. Ao todo são 6.636 inscritos e 1.191 vagas.

Vinte e sete sabatistas estão isolados em uma sala na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e poderão iniciar a prova assim que o sol se por.

Conforme a vice-reitora, quatro novos cursos estão sendo abertos nesta janela de verão. São dois de Agronomia em Maracaju e Mundo Novo, Tecnologia e Logística em Jardim, e Sistema de Informação em Nova Andradina. “É uma janela de oportunidade, com foco para ingressar os jovens no mercado de trabalho”, diz a vice-reitora.

Entre os candidatos que chegaram no horário estava Bruno Estigarribia, de 25 anos. Ele tentará ingressar no curso de Medicina da Uems pela segunda vez. “É o que sempre quis”, afirma.

Tiago de Morais, de 17 anos, pretendia fazer História, mas mudou para Geografia pela menor concorrência. “Me identifico”, acrescenta. Barbara Fernandes, de 18 anos, conta que já fez a prova de Medicina da UFMS neste ano e agora tentará na Uems. “É a área que gosto”.

Jefferson Perez, monitor de alunos, pretende voltar ao curso de Geografia (Foto: Marcos Maluf)
Jefferson Perez, monitor de alunos, pretende voltar ao curso de Geografia (Foto: Marcos Maluf)

Jefferson Perez, de 39 anos, é monitor de alunos e chegou a fazer o curso de Geografia há dez anos, mas precisou trancar a faculdade e agora pretende voltar. Pergutado se estudou para a prova, ele diz que vai “usar o conhecimento” que já tem.

Nos siga no Google Notícias