A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Fevereiro de 2019

13/02/2019 11:53

Escola teve de cancelar aulas e além de kits, água danificou 100 uniformes

Semed disse que vai repor todos os materiais estragados. Uma equipe do órgão foi na unidade escolar nesta manhã fazer levantamentos.

Mirian Machado
Escola cancelou aulas nesta manhã após enxurrada invadir prédio e danificar materiais (Foto:Henrique Kawaminami)Escola cancelou aulas nesta manhã após enxurrada invadir prédio e danificar materiais (Foto:Henrique Kawaminami)

Entre os estragos causados pela chuva dessa madrugada (13) um dele comprometeu as aulas na Escola Municipal Prefeito Manoel Inácio de Souza, no bairro Santo Antônio – região oeste de Campo Grande. Alunos foram dispensados das aulas nesta manhã, após o colégio ficar alagado e ter kits escolares estragados.

A Semed (Secretaria Municipal de Educação) informou que mais de 50 kits escolares foram danificadas e pelo menos 100 camisetas de uniformes ficaram molhados. O material atenderia crianças da Educação Infantil até alunos do quinto ano. Nos dois turnos, a escola atende 450 alunos.

Ainda conforme o órgão, houve perda de uma caixa de papel sulfite e um fardo de papel higiênico. Todos os materiais serão repostos. Uma equipe da Semed já foi à escola para fazer todo o levantamento e agilizar a reposição dos materiais.

O presidente do bairro, João do Nascimento, de 53 anos, contou que foi avisado por uma vizinha da escola de que caixas com material escolar das crianças estariam molhadas dentro da escola. “O bairro está todo alagado e não foi diferente na escola, como sempre, mas dessa vez como os kits estavam sendo preparados para serem entregues, também foram molhados”, disse.

A auxiliar de logística, Daniela Cavichiolli, 37 anos, reclama que não foi informada sobre o cancelamento da aula pela manhã. Ela contou ao Campo Grande News, que acordou cedo e levou a filha de 6 anos à escola, mas ao chegar no portal se deparou com outros pais voltando. Ao questionar, foi informada por funcionários que não haveria aula, porque a ‘escola inundou’.

“O problema é que eu acordei cedo e perdi o dia de serviço porque tenho que ficar com ela. Ninguém avisou e não fiquei sabendo antes para eu ter me preparado”, reclama.

A mãe explica que ainda questionou se amanhã haverá aula, mas foi informada de que ninguém saberia. “Vou ter que acordar cedo de novo e trazer ela para tentar a sorte. Já que ninguém sabe informar”, conta.

Segundo a Semed, as aulas no período da tarde na escola vão ocorrer normalmente, a partir das 13 horas. Professores, funcionários e moradores da região realizaram mutirão para limpar a unidade e retirar a água, deixando o local em condições de receber os alunos. 

#atualizado às 12h09 para acréscimo de informações



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions