A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/04/2010 20:51

Estimativa de consumo é de 4 t na Festa do Peixe

Redação

A abertura da terceira edição da Festa do Peixe, nesta quinta-feira, na Feira Central, foi prejudicada pela chuva, com movimento fraco. Apesar do percalço, a estimativa da organização do evento é que até domingo sejam consumidas 4 toneladas de peixe.

Por causa do tempo, o show da dupla sertaneja Mato Grosso e Mathias, que aconteceria hoje, foi cancelado. Mas isso não foi motivo para que a turista de São Paulo, Mirna Aparecida de Oliveira, deixasse de prestigiar o evento.

Ela está visitando parentes em Campo Grande e confessou estar surpresa em poder saborear uma costelinha de pacu na feira, já que costumava pedir o prato apenas em restaurantes. "Estou feliz por encontrar um prato como este na feira, que é um ponto turístico, sem contar que o prato sai mais em conta", avalia.

Mesmo com o movimento fraco na abertura da festa, o vendedor Tchuky Okama estima que até domingo os lucros surpreendam. Ele, que começou a vender peixe neste ano, assegura que o negócio está tomando projeção.

"No começo do negócio eu não vendia nada. Hoje, vendo quase cem quilos por dia", comemora.

Para quem consome peixe, a feira é ponto certo para compra de pescado, que pode ser adquirido em quiosques e barracas. Durante a festa também serão oferecidas oficinas de preparo de peixes, com dicas sobre produção.

O ação integra o Projeto Pacu, desenvolvido por Aline Brum. Ela conta que as oficinas são realizadas justamente para estimular a produção e o consumo de peixes. "O pacu é um peixe que não é de cativeiro, mas sim de produção", enfatiza.

Ela frisou que há dois anos, não se vendia nenhuma grama de peixe na feira. Hoje, quatro toneladas são comercializadas no sentido de estimular o novo produto, que é adquirido de criadouros credenciados.

A Festa - O diretor presidente da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul), Américo Calheiros, representou o governador André Puccinelli (PMDB) na solenidade, que também contou com a presença dos deputados Professor Rinaldo (PSDB) e Carlos Marun (PMDB), além de Athayde Nery, que deixou a Fundac (Fundação Municipal de Cultura) para concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Amanhã, o local será palco de uma cantata de Páscoa, com apresentações musicais e VT com as encenações da Paixão e Morte de Jesus Cristo. O evento está previsto para as 20h.

No sábado, grupos regionais vão se apresentar. E no domingo, acontecerá a apresentação do grupo Tradição, um dos principais da Capital.

Também no domingo acontecerá o 1º Desfile de Moda da Feira Central, que tem o objetivo de apresentar os produtos comercializados pelas 190 lojas de artesanato, acessórios e vestuário do local.

Segundo a presidente da Associação da Feira Central e Turística, Alvira Apel Soares Melo, a expectativa é de que de 70 mil a 80 mil pessoas participem desta edição.

No domingo ainda acontecerá o sorteio de uma casa pela Rádio FM Capital 95,9. Paralelamente, os 28 restaurantes terão um cardápio especial de peixe para quem não come carne vermelha durante a Semana Santa.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions