A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018

31/03/2018 10:50

“Sentimento é de alegria”, diz técnico do Galo sobre chegada à decisão

Celso Rodrigues prevê jogo difícil contra o Corumbaense neste domingo, mas reforça importância de chegada à decisão após 21 anos e classificação para torneios nacionais

Humberto Marques
Operário disputará uma final do Sul-Mato-Grossense depois de 21 anos. (Fotos: Operário/Divulgação)Operário disputará uma final do Sul-Mato-Grossense depois de 21 anos. (Fotos: Operário/Divulgação)

Às 15h deste domingo (1º), o Operário entra em campo por uma final de Campenato Sul-Mato-Grossense de Futebol depois de 21 anos. A busca pelo título chega acompanhada da confirmação de que, em 2019, o Galo de Campo Grnade voltará a figurar em competições nacionais –como a Copa do Brasil e a Série D. Resultados que trazem “alegria” ao técnico Celso Rodrigues, segundo quem tais etapas são importantes para a estruturação do Alvinegro da Capital.

“É um sentimento de alegria por poder colocar o Operário novamente em uma final após 21 anos, e ainda garantir disputar o Brasileirão e Copa do Brasil, campeonatos importantes para evolução e crescimento profissional do clube”, afirmou o treinador à assessoria do Galo. Rodrigues chegou ao clube em janeiro de 2017, após passagens por clubes do sul do País –entre eles a Chapecoense, de onde saiu com um bom currículo.

Para este domingo, Rodrigues prevê uma partida difícil. “Iremos fazer o nosso jogo e lutar pela outra metade do nosso planejamento inicial, que é o título. Para isso, contamos muito com o apoio do torcedor nesses dois jogos difíceis, eles podem fazer a diferença com sua vibração e seu incentivo ao nosso elenco”, destacou.

Rodrigues chegou ao Galo em 2017 e, neste ano, garantiu clube na finalRodrigues chegou ao Galo em 2017 e, neste ano, garantiu clube na final

O Galo coleciona dez títulos no Estadual, porém, desde 1997 não disputava a decisão –naquela ocasião, a taça veio sobre o maior rival, o Comercial. A chegada à decisão neste ano ocorreu após o Operário superar o Sete de Dourados na semifinal.

Retrospecto – No Galo, após a primeira temporada, foram 32 pontos conquistados no Estadual. Em campo, em 16 jogos, foram 10 vitórias, dois empates e quatro derrotas. Nos critérios de desempate, acabou em terceiro lugar. Na estreia da Copa Verde, um empate e uma derrota para o Luziânia (GO) representaram o adeus do clube do torneio.

Neste ano, nas 12 partidas disputadas, Rodrigues soma seis vitórias, quatro empates e duas derrotas no Estadual. Novamente na Copa Verde, o saldo de gols resultou na eliminação, agora para o Cuiabá –depois de vitória no Morenão, o Galo acabou derrotado na Arena Pantanal, no Estado vizinho.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions