A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

25/01/2018 16:16

Alternativa ao Morenão, Jacques da Luz tem obras concluídas pela prefeitura

Serviços duraram cerca de um mês e envolveram aumento do campo e numeração de arquibancadas; estádio é alternativa diante do veto ao público no Morenão

Humberto Marques
Campo do Jacques da Luz foi adequado aos padrões da Fifa; Novo quer mandar jogos no local. (Fotos: Divulgação)Campo do Jacques da Luz foi adequado aos padrões da Fifa; Novo quer mandar jogos no local. (Fotos: Divulgação)

Apontado como solução para os clubes de Campo Grande jogarem diante da torcida, por conta da proibição de público no Morenão, o estádio Jacques da Luz teve as reformas concluídas pela Prefeitura da Capital. O término das obras foi anunciado nesta quinta-feira (25) pela Funesp (Fundação do Esporte de Campo Grande) e incluem o redimensionamento do campo e a numeração de 3.800 lugares do estádio localizado nas Moreninhas.

Com as obras, a prefeitura também anunciou a atualização das licenças do Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e Polícia Militar. O Novo, parceiro da administração municipal na obra, já anunciou que pretende usar o Jacques da Luz como sua casa inclusive em competições nacionais –vice-campeão estadual de 2017, o time disputará a Copa do Brasil e a Série D do Brasileiro no local.

Conforme a assessoria do Paço Municipal, as obras duraram cerca de um mês, envolvendo manutenções e pinturas. O gramado foi adequado ao padrão Fifa (com 102 x 68,5 metros), obrigando o recuo e nivelamento das traves, sendo realizada pintura e numeração de lugares e a limpeza geral.

Além da Funesp e do Novo, ajudaram na revitalização do Jacques da Luz servidores da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) e equipes do Proinc (Programa de Inclusão Profissional), além da Valdir Materiais de Construção.

Estádio das Moreninhas é visto como opção para jogos com torcida, diante da proibição de público no MorenãoEstádio das Moreninhas é visto como opção para jogos com torcida, diante da proibição de público no Morenão

Estatuto do Torcedor – Marcílio Vasconcelos, responsável pelo setor de Equipamentos Esportivos da Funesp, destacou que as obras ajudam a adequar o estádio ao Estatuto do Torcedor –que dispõe sobre questões de segurança do público nos estádios e locais que recebem eventos esportivos.

“As obras foram realizadas em todo o estádio. Além das pinturas das arquibancadas com numeração dos assentos, foi realizado aumento dos guarda-peito, prevista pelo Estatuto do Torcedor, instalação de grade nos quadros de força, aumento do campo para o tamanho Fifa, replantio de grama, troca da iluminação e reforma nos vestiários e banheiros”, explicou.

A Funesp deve apresentar no dia 1º de fevereiro, às 8h30, na Esplanada Ferroviária, o calendário de eventos esportivos para este ano. Até o momento, não há campeonatos previstos para o Jacques da Luz. Porém, diante dos impedimentos para abertura dos portões do Morenão ao público, espera-se que alguns jogos sejam transferidos para o local.

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) só liberou o Morenão mediante compromisso dos clubes de jogarem no local com portões fechados, diante da alegada precariedade da estrutura física –que, desde 2014, demanda obras. Dos cerca de 30 mil lugares inicialmente projetados para o estádio, menos de 12 mil vinham sendo abertos ao público.

Na última tentativa de liberação do estádio, no início deste ano, laudos complementares de segurança, envolvendo prevenção a incêndio e pânico, e de engenharia, foram solicitados. Porém, o veto ao público foi mantido, levando os times de Campo Grande, primeiro, a adiarem seus jogos no Estadual de Futebol –a estreia ocorreu apenas nesta quarta-feira (24), cerca de uma semana depois do início da competição.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions