A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/03/2016 20:12

Aquidauanense é goleado e rebaixado em Corumbá; jogo tem renda bloqueada

Nyelder Rodrigues

O Aquidauanense é o primeiro rebaixado do Campeonato Sul-mato-grossense de 2016. A equipe, jogando fora de casa, perdeu esta noite para o Corumbaense no estádio Arthur Marinho, por 5 a 1, em duelo válido pela nona rodada da competição.

Com uma campanha de cinco empates, quatro derrotas e nenhuma vitória, somando apenas cinco pontos na competição, o Aquidauanense está matematicamente sem chances de se salvar da degola, sendo o lanterna do Grupo B.

Após uma queda de 10 minutos da iluminação do estádio aos 13 minutos, a partida foi reiniciada. No primeiro tempo, o Corumbaense dominou com gols de Keverson (20 e 25 minutos) e Tuia (33), enquanto o Aquidauanense descontou aos 42 minutos, com Rodolfo Duque. Já na etapa final, Tuia balançou a rede de novo, aos oito minutos. Aos 37, Johnny aproveitou também fez o dele, fechando o placar em 5 a 1.

Renda bloqueada - Toda a renda arrecadada pela diretoria do Corumbaense com a bilheteria da partida, segundo o site MS Diário, foi bloqueada pela Justiça baiana, atendendo demanda trabalhista impetrada pelo ex-jogador do clube, Junior Tevez, que defendeu o Carijó em 2013 e se lesionou gravemente durante uma partida.

O jogador, hoje com 30 anos, alega que nunca recebeu nenhuma assistência do clube, além de atualmente passar por dificuldade financeira. Mesmo passando por cirurgia, ele não conseguiu se recuperar totalmente da lesão e corre o risco de não conseguir voltar a jogar. Conforme a decisão, o jogador tem direito a receber R$ 40 mil de indenização.

Ainda segundo o MS Diário, a diretoria do Corumbaense já foi intimada sobre a situação. Ela afirma que desconhecia o caso e foi surpreendida com a notificação judicial determinando o bloqueio de renda, que segundo a assessoria do clube, pode chegar a até R$ 16 mil.

Entrada confusa - A entrada do Aquidauanense na Série A aconteceu já com o torneio iniciado, pois o Itaporã, que ainda não tinha disputado nenhum jogo, desistiu da competição após a estreia, no dia 31 de janeiro, entre Novoperário e Comercial. O Aquidauanense entrou no certame por ter sido o terceiro colocado da Série B do Estadual de 2015 - vencido justamente pelo Itaporã.

A decisão polêmica da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) rendeu uma enxurrada de críticas à entidade e muita confusão na tabela da competição. Vários jogos tiveram que ser cancelados e remarcados devido a problemas no laudo do estádio Noroeste, em Aquidauana. Como o local não foi liberado, o Aquidauanense foi obrigado a jogar em Campo Grande, sobrecarregando o gramado do Estádio das Moreninhas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions