A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/07/2009 15:59

Atlético-MG vence reservas do Cruzeiro no Brasileirão

Redação

Num clássico atípico, em que o Cruzeiro entrou ligado na final da Copa Libertadores e usou reservas e juniores, o Atlético-MG venceu por 3 a 0, neste domingo no Mineirão, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, e encerrou uma sequência de 12 jogos sem derrotar o arquirrival. Com o resultado, o time alvinegro reassumiu a liderança isolada da competição, enquanto a equipe celeste permaneceu na parte de baixo da tabela.

Assim que a bola rolou, o cenário ficou ainda melhor para o Atlético. O atacante celeste Zé Carlos acertou o braço no rosto do atleticano Renan, numa disputa de bola, e foi expulso pelo árbitro Paulo César Oliveira. O jogador ficou apenas 15 segundos em campo. O time alvinegro aproveitou o quadro favorável para vencer e encerrar o tabu que já durava mais de dois anos.

A última vitória do Atlético sobre o rival havia ocorrido em 29 de abril de 2007, na goleada de 4 a 0 na primeira partida da final do Campeonato Mineiro daquele ano. De lá para cá, o Cruzeiro construiu uma série invicta, com dez vitórias e dois empates.

Com a vitória deste domingo, o Atlético chegou a 21 pontos e voltou à liderança do Brasileirão, superando o Internacional, que foi derrotado pelo Atlético-PR por 3 a 2, em Curitiba, e caiu para a segunda posição, com 20 pontos. Com a derrota, o Cruzeiro desceu para o 15º lugar na tabela.

O clássico atípico esvaziou o Mineirão neste domingo. Apenas 22.583 torcedores pagaram ingressos, para uma carga total de 64.800 bilhetes. Além de os torcedores do Cruzeiro estarem com a cabeça na Libertadores, o Atlético decepcionou a torcida no domingo passado, quando empatou com o Botafogo em casa diante de quase 50 mil torcedores.

Os gols foram marcados por Júnior, aos 40 minutos, Alessandro, aos 44 minutos do primeiro tempo e

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions