A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/09/2011 08:38

Brasil e Argentina fazem hoje “final” no Superclássico das Américas

Fabiano Arruda
Neymar, Ronaldinho, Lucas, além do atacante Borges, formarão quarteto ofensivo da seleção contra a Argentina. (Foto: AFP)Neymar, Ronaldinho, Lucas, além do atacante Borges, formarão quarteto ofensivo da seleção contra a Argentina. (Foto: AFP)

A seleção brasileira encara a rival Argentina nesta quarta-feira, às 20h50 (de MS), no estádio Mangueirão, em Belém, na “final” do Superclássico das Américas.

No jogo de ida, em Córdoba, na casa dos rivais, o duelo terminou empatado sem gols num jogo que, para muitos, beirou o tédio à exceção da lambreta que Leandro Damião aplicou em cima da zaga argentina com direito a bola na trave. O atacante, machucado, não estará em campo desta vez.

Reedição da Copa Rocca, o Superclássico, na prática, trata-se de dois amistosos. Serão disputados todo ano, mas por conta da rivalidade, muitos consideram que um título estará em jogo hoje à noite até por conta da pressão sobre o técnico Mano Menezes. Até agora ele não conseguiu resultados expressivos à frente da seleção.

“Tudo tem dois lados. E cabe aos inteligentes aproveitarem o positivo e minimizar o negativo. Estamos passando por situações absolutamente normais. Devemos fazer o melhor que podemos para aproveitarmos a oportunidade. Assim eu vou com a consciência tranquila. O fortalecimento da Argentina (com os argentinos que atuam no Brasil) vai valorizar ainda mais”, afirmou o treinador, segundo informações do Globo Esporte.com.

Em relação ao empate sem gols na Argentina no dia no último dia 14, Mano promove quatro mudanças no time titular.

Cortês entra no lugar do lateral esquerdo Kléber, Rômulo substitui Paulinho, cortado por conta de lesão e, na frente, o são-paulino Lucas ocupa o lugar de Renato Abreu e o santista Borges herda a vaga de Leandro Damião.

Com isto, a equipe que deve entrar em campo nesta quarta com Jefferson; Danilo, Dedé, Réver e Cortês; Ralf, Rômulo e Lucas; Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Borges.

O lado dos “hermanos” também terá novidades, algumas conhecidas do torcedor brasileiro. Guiñazu e Bolatti, do Internacional, e o habilidoso Montillo, do Cruzeiro, foram convocados.

Nova igualdade no Superclássico leva a decisão do título para os pênaltis.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions