A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

06/05/2014 10:42

Caravanas de escolas lotam exposição da Taça da Copa na Capital

Aliny Mary Dias
Entrada é controlada e crianças dominam o público durante a manhã (Foto: Marcos Ermínio)Entrada é controlada e crianças dominam o público durante a manhã (Foto: Marcos Ermínio)

Com características de grande evento nos “padrões Fifa” assim é a exposição da Taça da Copa do Mundo aos campo-grandenses durante a manhã desta terça-feira (6). O público tímido que começou a chegar no espaço montado no estacionamento do Shopping Campo Grande antes das 8 horas se transformou em uma multidão composta, principalmente, de crianças.

Para o público, a visita à tenda que contém as 12 bolas oficiais das últimas copas e a famosa taça feita de 6 quilos de ouro teve início pouco depois das 9 horas. O tempo médio de espera na fila, no início do evento, era de 30 minutos e agora os visitantes aguardam até 1 hora para ver o troféu.

O primeiro a tirar a foto com a taça foi o caminhoneiro Renato Sleiman, 52 anos. Apesar de morar em São Paulo, o motorista está a trabalho em Campo Grande a aproveitou as horas de descanso para ver o símbolo da Copa.

“Eu fiquei atrás da programação para saber onde ela ia estar e quando descobri que era aqui fiz o cadastro. É uma emoção muito grande para todos”, diz.

Caminhoneiro foi o primeiro a enfrentar a fila (Foto: Marcos Ermínio)Caminhoneiro foi o primeiro a enfrentar a fila (Foto: Marcos Ermínio)
Gabriel feliz segurando a foto tirada ao lado da taça (Foto: Marcos Ermínio)Gabriel feliz segurando a foto tirada ao lado da taça (Foto: Marcos Ermínio)

Depois de enfrentar a fila, os visitantes que se cadastraram até ontem no site da Coca-Cola, organizadora do Tour da Taça, são encaminhados até o espaço onde a foto com o troféu pode ser tirada. São cerca de 10 segundos ao lado do troféu e todos saem do espaço com uma foto impressa, sem custo.

Durante a manhã, o maior público que enche o estacionamento do centro comercial são caravanas de escolas, maioria do ensino fundamental. A professora Vera Dutra explica que a organização entrou em contato com a escola para marcar a visita.

“Nós pedimos autorização para os pais e as crianças já ficaram na expectativa. Hoje estão em uma agitação só e muitos felizes por ver a taça”, explica.

Além dos alunos de escolas, muitos adultos e pais também foram até o espaço. Andreia Gonçalves, 37 anos, levou o filho de Gabriel de 7 anos para o evento e não se arrepende de ter saído cedo da cama.

Visitantes podem tirar foto de perto da taça (Foto: Marcos Ermínio)Visitantes podem tirar foto de perto da taça (Foto: Marcos Ermínio)

“A gente acompanhou pela televisão e viu que iria estar aqui. Fiz questão de trazer meu filho para viver esse momento tão importante, já que a gente não vai ter condições de ver os jogos no estádio, pelo menos vimos a taça”.

A visitação segue até às 21 horas na tenda e conta com a animação de dançarinos oficiais do tour e som de DJs. Depois de Campo Grande, o troféu segue para Goiás, onde ficará em exposição em Goiânia.

Campeão – Outro motivo que atraiu muita gente ao evento foi a presença do pentacampeão e ex-goleiro do Palmeiras, Marcos. Muitos uniformizados com a camisa do palmeiras enfrentaram a fila, mas não tiveram acesso ao ídolo que falou com os jornalistas e posou para fotos com segurando o troféu.

Mas para provar que em momentos como esse não há rivalidade, o corinthiano Julio César, 34 anos, fez questão de ir uniformizado e levar a mulher. “A gente vem pela emoção de ver o troféu e a felicidade é muito grande. Vamos guardar esse registro pra sempre”, diz.

Além do goleiro Marcos, a cerimônia homenageou o zagueiro campeão do Cene Dubinha e o professor e coordenador do projeto “Córrego Bandeira e as crianças Terena: um desafio pedagógico”, Ari Bittar.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions