A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/04/2010 13:30

Confusão e vandalismo marcam jogo de líderes do Estadual

Redação

Briga entre seguranças, massagistas e jogadores. Árbitro, auxiliares e imprensa saindo escoltados de campo; grade de estádio destruída. Este foi o saldo da partida em que o Naviraiense venceu o Águia Negra por 2 a 0 ontem em Naviraí e conquistou a liderança do grupo A do Estadual.

Segundo a assessoria do Naviraiense, dois seguranças do time do Águia Negra invadiram o campo logo após o apito final para tirar satisfações com o árbitro Marcos Matheus. Para terem acesso ao campo os funcionários destruíram parte do alambrado do estádio Virotão.

Os seguranças do Águia Negra foram contidos pelos policiais militares que faziam a segurança do local. O árbitro Marcos Matheus, seus auxiliares e jornalistas que cobriam o jogo e tiveram que sair do estádio Virotão escoltados.

O clima de revolta começou no lance que deu origem ao primeiro gol do Naviraiense. Aos 34 minutos um zagueiro do Águia Negra recuou a bola para o goleiro Naldo que pegou a bola com as mãos dentro da grande área. Marcos Matheus assinalou a falta que foi convertida por Biro.

Já a versão do Águia Negra é diferente. Segundo o assessor do time, Everton Cristiano Carvalho, o jogo começou a ficar tenso com as provocações da comissão técnica do Naviraiense e hostilidades da torcida. "Sempre que se joga lá é assim. Pedras, ameaças da torcida e invasão de vestiários. Por isso sempre os visitantes levam seguranças", afirma.

A entrada dos seguranças em campo, segundo o assessor do Águia, ocorreu quando o massagista do Naviraiense começou uma confusão com um dos jogadores da equipe de Rio Brilhante. "Eles entraram em campo para proteger o jogador e o time, que sofreu ameaças o jogo todo. O alambrado já estava aberto. Foi por proteção", explica.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions