A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Novembro de 2018

14/11/2017 17:28

Copeu e Gonçalves, parceria de décadas, se reencontram em escolinha

Paulo Nonato de Souza
Gonçalves e Copeu conversam com garoto na unidade da escolinha pública de futebol que já começaram a comandar no Jardim Monumenta em Campo Grande (Foto: Bruno Nóbrega)Gonçalves e Copeu conversam com garoto na unidade da escolinha pública de futebol que já começaram a comandar no Jardim Monumenta em Campo Grande (Foto: Bruno Nóbrega)

A chance de voltar a fazer o que mais gosta e matar a saudade de jogar futebol, especialmente do início de carreira, o sonho, as angústias e as incertezas. Assim pode ser definida a missão dos ex-jogadores Gonçalves, de 77 anos, e Copeu, de 74 anos, ambos ídolos do Esporte Clube Comercial nas décadas de 1970 e 1980, no comando da 11ª unidade do Projeto Escola Pública de Futebol, da Prefeitura de Campo Grande, lançado na tarde desta terça-feira (14) no campo da Secretaria Municipal de Obras, na esquina da Gury Marques com Avenida Guaicurus, no Jardim Monumenta.

Na escolinha criada pela Funesp (Fundação Municipal de Esporte e Lazer), Gonçalves e Copeu vão trabalhar com crianças de 11 e 13 anos de idade. “O futebol faz parte da nossa vida. É onde a gente se sente feliz”, disse Copeu, ponta-direita que ganhou fama no Palmeiras de Dudu e Ademir da Guia, jogou também no Santos ao lado de Pelé, e defendeu o Comercial de Campo Grande entre 1973 e 1975. Pelo Palmeiras, fez 122 jogos, marcou 16 gols, com 69 vitórias, 30 empates e 23 derrotas.

O convite da prefeitura para assumirem a unidade no Jardim Manumenta também significa a volta de uma parceria que vem de várias décadas. Copeu e Gonçalves jogaram juntos no São Bento de Sorocaba na década de 1960 e 1970, depois repetiram a dupla como jogadores no Comercial de Campo Grande ainda nos anos de 1970 e agora se reencontram como técnicos da escolinha de futebol.

O prefeito Marquinhos Trad brinca com Copeu e Gonçalves no evento de lançamento da escolinha (Foto: Bruno Nóbrega)O prefeito Marquinhos Trad brinca com Copeu e Gonçalves no evento de lançamento da escolinha (Foto: Bruno Nóbrega)

Felizes, os dois iniciaram os trabalhos com as crianças logo que terminou a cerimônia de inauguração da escolinha. “É muita experiência acumulada para ensinar o beabá do futebol para essa moleca”, comentou o prefeito Marquinhos Trad, de família historicamente ligada ao Comercial, durante o ato de lançamento da escolinha nesta terça-feira.

“Também vamos aprender com as crianças”, frisou o ex-volante Gonçalves. Ele iniciou a carreira no Nacional de São Paulo, onde jogou de 1957 a 1961, e foi jogar no Corinthians. Foram apenas 10 jogos e retornou para o Nacional. Depois, defendeu o San Lorenzo, da Argentina, São Bento de Sorocaba, Juventus de São Paulo,Tequire Aragua, da Venezuela, até ser contratado pelo Comercial de Campo Grande em 1973.

Gonçalves jogou por três anos no Comercial, onde encerrou a carreira de jogador de futebol, e foi inúmeras vezes treinador do time campo-grandense. Nem o próprio Gonça, como é chamado pelos amigos, sabe quantas vezes assumiu o comando técnico comercialino. “Estava sempre de interino. Se o treinador era demitido eu assumia”, lembrou ele.

No Comercial, Gonçalves foi um dos destaques do time que conquistou o único título estadual da história do clube antes da criação do Estado de Mato Grosso do Sul. No seu currículo consta a conquista do título de campeão mato-grossense de 1975.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions