A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

20/06/2014 18:02

Federação diz que sem Cene, MS não terá representante no Brasileirão

Helton Verão
O vice Tavares (ao centro) prevê que MS perderá a vaga este ano caso o Cene desista (Foto: Arquivo/ Marcos Ermínio)O vice Tavares (ao centro) prevê que MS perderá a vaga este ano caso o Cene desista (Foto: Arquivo/ Marcos Ermínio)

A FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) se pronunciou através do seu vice-presidente, Marco Antonio Tavares, sobre o caso do Cene e a disputa da Série D. De acordo com a entidade, se o clube da Capital desistir da disputa, o Estado não deverá ter representantes.

Tudo porque de acordo com o regulamento da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) em até 30 dias antes do início da competição é permitida a “substituição” de clubes desistentes, caso se for seguida a linha, este prazo venceu ontem (19), já que a estreia está prevista para o dia 20 de julho, contra o Anapolina.

“Acho que não poderemos mandar outro clube no lugar. O regulamento prevê um mês, já falta menos que isso”, ressalta Tavares.

Nos bastidores muito já se falava qual clube que iria entrar no lugar do Furacão, Naviraiense, Itaporã e até Operário Futebol Clube, mas de acordo com o regulamento, ninguém deverá ir.

O presidente do Cene, José Rodrigues pediu ajuda a federação para conseguir investimento. De acordo com o mandatário, atualmente somente R$ 50 mil em patrocínios estão garantidos e faltariam mais R$ 150 mil/mês. “A chance de disputarmos é de 1%”, disse hoje, em entrevista ao Campo Grande News.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions