ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 25º

Esportes

Flamengo faz jogo seguro, vence Coritiba e avança às oitavas da Copa do Brasil

Por Estadão Conteúdo | 16/06/2021 23:12
Jogadores comemorando a vitória desta noite. (Foto: Alexandre Vidal / CRF)
Jogadores comemorando a vitória desta noite. (Foto: Alexandre Vidal / CRF)

Mesmo com as ausências de várias de suas estrelas, o Flamengo manteve a sua vocação de atacar e vencer, nesta quarta-feira à noite, quando fez 2 a 0 em cima do Coritiba, no Maracanã, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Como já tinha vencido no Paraná por 1 a 0, o time carioca passou às oitavas com duas vitórias e saldo agregado de três. Garantiu um prêmio R$ 2,7 milhões e vai aguardar sorteio para conhecer o seu adversário, uma vez que foi o último dos 16 classificados.

Ainda sem Rogério Ceni, de quarentena por covid-19, o Flamengo foi dirigido pelo auxiliar Maurício Souza. Ele praticamente repetiu a escalação da vitória sobre o América-MG, por 2 a 0, no fim de semana, pelo Brasileiro. Só colocou Renê na lateral esquerda no lugar de Filipe Luís.

O rubro-negro também manteve a mesma disposição ofensiva. Com Diego protegendo bem a defesa, na frente dos experientes Willian Arão e Rodrigo Caio, sobrou espaço para outros jogadores se focarem apenas em atacar.

Mais uma vez, Gerson atuou como meia, bem solto, armando as jogadas e chegando com perigo perto da grande área. Supriu bem as ausências de Éverton Ribeiro e Arrascaeta. No ataque, a movimentação de Bruno Henrique servia de referência para Rodrigo Muniz e Michael, além de abrir espaços para as chegadas de Vitinho de trás.

Bem armado, o Flamengo começou com intensidade. Aos dois minutos, Gerson entrou na área pelo lado esquerdo e bateu cruzado, mas a bola foi desviada pelo goleiro Wilson. No minuto seguinte, após troca de passes, Rodrigo Muniz apareceu sozinho para finalizar. Bateu forte e rasteiro, porém, para fora.

O esperado gol saiu aos 26 minutos, quando Gerson roubou a bola de Willian Farias, dentro da área, e levantou na segunda trave. Na pequena área, Vitinho subiu e testou para as redes. Com a vantagem no saldo agregado ampliada, o Flamengo ganhou mais tranquilidade. Manteve a busca pelo gol, porém, de maneira bem consciente e organizada. Tanto que finalizou outras vezes e poderia ter marcado mais gols antes do intervalo.

Como esperado na volta dos vestiários, o Coritiba apareceu com três mudanças, numa tentativa de ser mais agressivo para buscar um milagre marcar três gols para se classificar. Entraram Rafinha e Léo Gamalho, respectivamente, nos lugares de Robinho e Waguininho. No lado do Flamengo, Diego foi poupado com a entrada de Gomes, que já se tornou presente em todos os jogos, por sua eficiência na marcação.

O Coritiba reclamou de um possível pênalti sofrido por Dalberto que teve seu tornozelo pisado por Bruno Henrique, que chegou atrasado na dividida. O árbitro potiguar Caio Max Augusto Vieira deixou o lance seguir e o Flamengo abriu os olhos, percebendo que precisaria marcar mais gols. Quase fez aos 11 minutos, quando Gerson pegou uma bonita virada na área e acertou a trave esquerda de Wilson.

O segundo gol saiu aos 20 minutos. Matheuzinho recebeu uma esticada do lado direito, foi até o fundo e cruzou na pequena área. Bruno Henrique chegou livre e bateu de chapa na bola com a perna esquerda. Sem ser ameaçado pelo Coritiba, o time carioca poupou alguns jogadores na parte final do jogo. Aos 28 minutos saíram Bruno Henrique, Gerson e Vitinho para as entradas dos jovens Max, Rayn Luka e Hugo Moura para ganharem rodagem. Depois Rodrigo Muniz deu a vaga para Yuri.

No fim de semana, os times voltam a campo. O Flamengo vai receber no Maracanã o Red Bull Bragantino pela quinta rodada do Brasileirão, sábado, às 21 horas. No mesmo horário e no sábado, o Coritiba vai enfrentar o Vila Nova, em Goiânia (GO), pela quinta rodada da Série B. O time paranaense vem de derrota para o Botafogo por 2 a 0, e depois um empate com Londrina, 1 a 1.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário