A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/08/2009 09:15

Interdição obriga time de Dourados a jogar em Itaporã

Redação

O Operário Atlético Clube, representante de Dourados no campeonato sul-mato-grossense da série B, terá de jogar no estádio Chavinha, em Itaporã, no próximo domingo, quando enfrenta o Rio Pardo. O jogo deveria ser em Dourados, mas o estádio "Frédis Saldivar", o Douradão, está interditado desde fevereiro deste ano a pedido do MPE (Ministério Público Estadual) por não cumprir uma série de medidas de segurança.

Com capacidade para 30 mil torcedores, o Douradão não tem alvarás de funcionamento e sanitário, possui problemas na rede hidráulica e nos banheiros e teria de passar por várias obras de adequações para atender às exigências do Estatuto do Torcedor.

Em fevereiro deste ano, o Sete de Setembro, que representou a cidade na série A do Estadual, teve de enfrentar o Pantanal com portões fechados, pois apenas o gramado foi liberado pelo Ministério Público.

Naquela época foi firmado um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre o MPE e a Funced e a prefeitura, que previa a solução dos problemas em 60 dias. Como o TAC não foi cumprido, o Douradão continua interditado.

Sem o Douradão, o Operário Atlético Clube poderia mandar seus jogos no estádio da Leda (Liga Douradense de Amadores), mas o local também não cumpre as medidas de segurança. Não possui acomodação para no mínimo dois mil torcedores e não tem vestiário para a arbitragem.

No próximo domingo, o time douradense busca a primeira vitória no campeonato. Na estreia, domingo passado em Mundo Novo, o Operário empatou em 0 a 0 com o time local.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions